domingo, 16 de março de 2014

Atividade Paranormal - 4ª Temporada - Capitulo 13 - Poço



*Últimos capítulos*





Zayn P.O.V.
Cheguei no corredor, tudo lá em cima parecia vazio, não haviam sinais de que alguém pudesse lá estar... eu não estava ficando louco!! Eu ouvi a voz da s/n gritando! Comecei dando passos lentos, apenas se conseguia ouvir o barulho da madeira ranger a cada passo meu e o vento soprando fazendo as cortinas esvoaçarem nos corredores. Uma das portas estava semi aberta, me aproximei um pouco e olhei o que havia lá dentro ... nada, apenas uma janela aberta. Segui até ela e passei meus dedos pelas cortinas cheias de pó, olhei melhor a sala toda e reparei na jaqueta que estava no chão ... meu coração gelou, cerrei os olhos e neguei com a cabeça várias vezes, aquilo não podia estar a acontecer, não novamente connosco! Respirei fundo e me baixei pegando a jaqueta na mão ... era da s/n. Corri depressa até lá baixo pra chamar o Alex. Havia fogo tomando conta daquele lugar todo ....
Justin: A s/n?? - ele perguntou com dificuldade, sua voz mal saía por causa do fumo que lá havia.
Eu: A mulher voltou!!
Justin: Não, não pode, eu matei ela ... Como assim ela voltou??
Eu: Não importa isso agora!! Temos de ir atrás dela!
Justin: Como você quer sair daqui?? - o fogo estava aumentando, restava pouco tempo para conseguirmos sair dali, de repente ouvimos as janelas se fecharem todas, corri até uma delas tentando a abrir mas era impossivel. - Vamos em cima! - subimos todos, já havia fumo se espalhando na parte de cima do colégio tornando o ar pesado e me fazendo tossir.
Alex: E agora??
Eu: Saltamos! - eu falei olhando a única janela que ainda estava aberta, a altura era realmente muito grande mas se ficassemos lá dentro era certo que morriamos (...)


Alex P.O.V.
Ashley: Socorro!! - o Zayn e o Justin já tinham pulado da janela, apenas faltava eu. Minha cabeça estava a mil á hora, eu não entendia o que se estava a passar ali, quem era a tal mulher, porque a s/n estava lá ... e depois havia aquela raiva me consumindo de um jeito incontrolável, eu precisava de aliviar minha mente mas não havia nada para me fazer esquecer tudo naquela hora! Quando ia saltar ouvi a voz da Ashley ... senti uma pontada forte no peito e paralisei... Essa puta foi a única garota que me fez sentir essa porra de sentimento que chamam de dor!! Sei que vou andar perdido depois disto... Eu nunca a traí caralho e essa puta de merda entregou-me pro meu maior inimigo, pro filho da puta que matou minha irmã!! ... Corri até lá baixo, ouvi o Zayn e o Justin gritarem mas não liguei. Sou um idiota devia deixá-la morrer!
Eu: Ashley?? - meus olhos apenas viam fogo não conseguia encontrá-la... - Ash... - vi-a quase desmaiando num canto da sala, fui depressa até ela que chorava, ela me abraçou forte, sentia suas lágrimas molhando minha blusa, coloquei minha mão em seus cabelos a tentando acalmar e mordi meu lábio inferior tentando conter a raiva que tinha dela naquele momento.
Ashley: Alex... - ela soluçava - Amo-te - ela susurrou contra meu ombro.
Eu: Não o suficiente! - falei e ela me olhou. - O que foi?? - perguntei frio.
Ashley: Eu nunca te menti!
Eu: És uma puta ... Sempre tive medo que isto acontecesse mas mesmo assim deixei-te dormir na minha cama, apresentei-te ao meu pessoal... FIZ TUDO POR TI ... Dava um ano da minha vida por uma noite contigo sua cabra!
Ashley: Desculpa... - sua voz saiu fraca e ela olhou o chão.
Eu: Fizeste merda!! - ela me voltou a olhar e abriu a boca para falar algo mas a interrompi. - Respeita o meu espaço, dá-me tempo ... Deixaste-me completamente fodido miuda! – o meu corpo começou suando, o fogo já estava quase chegando a nós. Respirei bem fundo e peguei a mão dela e a levantei do chão colocando seu corpo debaixo de meu ombro e corri com ela lá para cima. - Eu vou saltar primeiro depois saltas tu. - ela assentiu e eu saltei, Zayn e Justin me olharam espantados ao ver a Ashley mas eu os ignorei e fui para a frente da janela para a apanhar - Vai salta! - ela ficou parada na janela - ASHLEY!! SALTA PORRA!
Ashley: Eu não posso Alex a...
Eu: TÁS DOIDA?? SALTA!!
Ashley: Não ... Eu esqueci o colar que você me deu lá em baixo!!
Eu: Eu te compro outro depois mas por amor de deus salta dessa janela agora!! - ela me encarou e depois desapareceu ... FODASSE!! Vi a janela se trancar também ... Zayn agarrou meu braço.
Zayn: Deixa-a, ela traiu-te. Vais mesmo arriscar a tua vida por ela??
Eu: EU NÃO A VOU DEIXAR MORRER!!! - gritei com ele e logo dei um passo atrás soltando um suspiro e uma lágrima caiu sobre meu rosto ... Alex, Alex ... ele tem tanta razão porque eu sinto que vou perder minha vida se a deixar morrer lá dentro?!! Tenho meu coração batendo bruscamente em meu peito, as lágrimas tomam conta de mim sem que as consiga controlar, não entendo o que se passa com meu corpo, está todo trémulo e ... doi  ... minha alma doi por essa puta me ter traído!! Eu soube o significado da palavra "amor" quando conheci a s/n, mas a Ashley fez-me voltar a sentir tudo isso outra vez, mas pior, muito pior ... a s/n é como uma maninha pra mim e NUNCA traiu minha confiança!! Isolei-me num mundo perfeito com ela, tratei dela, adorava aquele seu jeito durão e a adrenalina que vivia em sua alma, o corpo dela era um vicio ... Tudo tretas e mentiras, uma farsa, hoje ela me entregou para o cara que só meu olhar tem vontade de matar!!- Eu não me consigo desligar dela ... - falei puxando meus cabelos... "EU NÃO A VOU DEIXAR MORRER!!!" isso ecoava em minha mente, "Eu nunca te menti!" ... FODASSE!! Corri para a porta e a chutei com pé tentando a abrir  (...)


Zayn P.O.V.
" Ela está tão perto Zayn... Corre, corre ...", havia uma voz falando em minha mente, reconhecia ..."Depressa...", eu estava ficando louco!! Comecei ouvindo a s/n gritar entre choros, meu coração gelou ... eu não sabia dela!! EU NÃO SABIA PORRA!! Seus gritos de desespero iam ficando mais intensos. Sai da minha cabeça quem quer que tu sejas, por favor!! “O poço...", Grrrr QUE POÇO??? Eu só queria saber da minha namorada porra!!! " Salva-a Zayn...", as lágrimas começaram rolando sem que eu as segurasse, haviam pontadas fortes em minha cabeça, uma dor insuportável me deixando louco e um aperto no peito...
Justin: ALEX!! - me voltei tentando perceber o que acontecia e vi o Alex chutando a porta com toda a força, haviam já pedaços de madeira partindo, e sangue em sua perna ... vi Justin correr na sua direção o tentando impedir de entrar. Minhas pernas fraquejaram e a voz de s/n voltou em minha mente, dessa vez apenas ouvia sua respiração ... o que se tinha passado?? Aquela voz não me dizia mais nada ... Porque minhas forças estavam indo embora?? Meus olhos estavam pesados e querendo se fechar, sabia que havia algo de errado em tudo isso!! Poço ... poço ... 


#Flashbak on#
Mulher: Durante todo esse tempo eu tive dentro daquele poço viva e sofrendo ... Minha filha cresceu sem mãe!
#Flashback off#


Ela está no poço?? ... Ela levou a s/n lá. Lembrei de ouvir os gritos desesperados dela e logo depois sua repiração apenas ... Não, não podia  ... ela não podia estar lá dentro!!! Puta de velha!! Tomei um pouco de ar e corri rápido ... não tinha destino apenas me deixava levar por uma força, sei lá, parecia haver alguém me guiando até ela e me avisando de que a tinha de proteger. Eu não a podia perder, não outra vez, a gente prometeu que dessa vez ia dar certo então eu tinha que lutar! Minha respiração ia falhando ás vezes á medida que eu seguia para o desconhecido, não sabia absolutamente nada, para onde ia, onde a s/n estava ... sua imagem ocupava toda a minha mente, ouvi-a respirar muito fraco, isso me deixava tão baixo não saber o que tinham feito com ela, se ela estava mal ... de repente ouvi sua voz sussurrar meu nome num suspiro longo. Porque eu estava ouvindo essas vozes em minha cabeça?! Uma sensação dolorosa domou meu peito parecendo facadas, apertei minha t-shirt com força, meu coração parecia estar queimando ... De repente cheguei num lugar escondido, havia uma névoa cobrindo minha visão fui avaçando lentamente, a dor parecia desaparecer á medida que eu andava. Meu corpo bateu contra alguma coisa ainda tentei me equilibrar mas acabei caindo lá, senti meu corpo embater em algo duro e molhado, minhas roupas ficaram todas cheias de água. Levantei um pouco a cabeça levando minha mão até ela e ... vi o corpo dela mesmo ali ao meu lado inconsciente e gelado, seus cabelos estavam mergulhados na pouca água que havia lá no fundo mas conseguia cobri-la quase por completo. Arrastei meu corpo até ao seu e peguei em sua cabeça colocando ela em minhas pernas e afastando seus cabelos do rosto, deslizei meus dedos sobre sua pele suavemente e deixei uma lágrima escapar-me, vi seus lábios se mexerem um pouco, beijei sua testa de leve e seus olhos abriram encarando os meus, seu corpo estremeceu contra mim enquanto fortes arrepios corriam nela.
Eu: Me desculpe não ter conseguido chegar mais cedo pequena! - sussurrei perto de seus lábios.



Continua...

xxAndy

Nenhum comentário:

Postar um comentário