domingo, 2 de fevereiro de 2014

Magic- 3ª Temporada - Capitulo 20 - "But everything you do is magic"


Zayn: Você tá bem?

Eu: N... ahhh caralhoo!! Ahhh e-eu ... vo ficar!! – ele me olha preocupado enquanto tentava acelerar no carro – olha na estrada garoto!! – falei pra ele dar atenção enquanto dirigia.
                                                   
Patrícia P.O.V

Entrei rápido em casa. Meu coração batia muito rápido. Eu  não sabia o que fazer! Eu não pensei que com 18 anos ia ter de passar por isso!
Eu: PESSOAL, VAMOSSS!! O QUE VOCÊS AINDA ESTÃO AÍ FAZENDO?! VAMOS PRO HOSPITAL RÁPIDOOO!! – ia pegando em algumas coisas pra colocar numa mochila. Elodie me seguia até a sala enquanto eu me afastava até ao pé dos outros garotos.
Elodie: O que se passa garota? Ai que histérica... – ela fala confusa.
Eu: A ANDY TÁ PRESTES A TER O BEBÉ SEUS BABACAS!! AGORA, VÃO DIZER QUE QUEREM FICAR AQUI?! FIQUEMM ENTÃO!! EU VOU!Elodie: Caralhooo, podia ter dito há mais tempo!!
Eu: Mas vamos ou não?! – pressa podia se notar pela raiva de meu olhar que se formava mesmo sem eu querer.
Harry: Vamos caraca!!! Não quero perder ver o Zayn numa situação dessas!! – ele ria.
Seguimos até lá fora apressados, podia ver o nervosismo na cara de todos, em exceção na cara do louis e do harry que estavam levando isso como uma brincadeira. Acho que ver zayn assim nessa posição vai ser divertido pra eles. Não sei.
(...)
Assim que chegamos fui rápido a correr até lá dentro.
Eu: Onde é a sala de parto? Bem quer dizer, a sala de espera pra lá? – perguntei ao primeiro médico que encontrei pelo caminho. Ele parecia igualmente apressado.
Médico: Venham comigo! Eu vou pra lá também!!
Segui-o, enquanto o resto das garotas vinham ao pé de mim.
Médico: Bem é aqui! Só peço que não façam barulho! Eu tenho de ir...
Eu: Tá! Obrigada! – chegamos em uma sala com uns bancos e umas cadeiras, com um grande corredor a seu lado. Uma porta nos dividia do local onde ela estaria agora pra ter o bebé. Olhei em volta procurando por um rapaz alto e moreno.
Ele estava em um canto, sentando no chão encolhendo as pernas e olhando pra baixo.
Eu: Zayn... – caminhei até ele – o que você tá aqui fazendo? Você devia tar lá com ela garoto!! O que é isso?
Zayn: Eu.não.consigo.
Eu: Awnn que fofo!! Tá nervosoo!! – ri baixinho apertando sua bochecha enquanto ele sorri levemente afastando minha mão de sua cara.
Zayn: Para de rir garota! Isso é sério!! Eu to nervoso!! Eu não sei nem o que fazer... – ele suspira, sua respiração trémula – eu quero tar com ela, eu quero muito! Mas... eu simplesmente não consigo! Meu coração bate tão forte que parece querer saltar fora de meu peito, minhas mãos suam tanto, minha cabeça tá cheia de coisas, todas baralhadas em minha mente, formando um nó apertado... – ele respira fundo e solta um sorriso leve - e-eu só sei que quero ter minha menina em meus braços, mas até medo vo ter em pegá-la! – sorri pra ele, me sentando a seu lado
Eu: ahh garoto... então... – pensei - eu não vo repetir, por isso escuta, com atenção! – seu olhar se dirige pra mim, atento – a menos que você queira ter mais filhos... – ri levemente maliciosa. Ele me olha rindo também, encarando o chão de seguida - esta será sua última chance de passar pelo mesmo que ela, sentir o que ela está sentindo... quer seja dor, alegria... hoje é um dia que será pra recordar, e você não pode deixar escorregar por seus dedos porque tá com medo, ou nervoso! – afirmei – eu percebo, ou pelo, tento perceber seu lado, e até pode ser difícil! Mas... – suspirei - deixa esse nervosismo de lado e vai ter com ela, eu tenho a certeza que ela irá ficar muito mais calma com você ao lado dela! E ver sua filha no seu primeiro momento de vida... não é... mágico?! – a cada palavra que falava via seus olhos brilharem cada vez mais e ele se remecher – fala alguma coisa garoto!!
Zayn: Talvez tenha razão...
Eu: Só tenta não desmaiar!!
Zayn: Vou tentar mesmo!! Tentar!! – ele fala já se levantando e me puxando pra cima com ele. Ele me abraça, sinto seu coração bater contra meu corpo. Ele estava realmente MUITO nervoso!! Como se não esperasse que fosse acontecer tão depressa. Era tão estranho... porque, ao mesmo tempo que ele demonstrava estar feliz e ansioso, ele estava nervoso e com medo. Medo, talvez de... ermm... ver andy naquele estado sem relamente poder fazer nada. Sei lá. Mas a verdade é que ela e todas as mulheres tem de passar por isso.
Fui ter com o resto de pessoal.
Harry: Hey mano essa porra ainda não tá?
Niall: Demora assim tanto tempo isso?!
Nocas: Eu quero ver a bebé!!
Elodie: Eu tambémmm!!
Ouvi eles conversarem, ligeiramente afastada, me aproximando pra entrar na conversa.
Eu: E aí?
Louis: Isso tá demorando pra caralho!!
Eu: Vocês não tão aqui não faz sequer 10 minutos!! Por quê tanta pressa?
Louis: Porque eu sou impaciente!! Ou seja, pouca paciência!!!! – ele fala gesticulando com os dedos, como se eu não soubesse o que ele estava falando - Nem pensar que quando for a sua vez... – ele riu provocador –... eu vou esperar tanto!
Eu: Ahh pois não!! Não só vai esperar, como vai entrar dentro comigo!! – afirmei, vi seu olhar agora espantado.
Louis: Eu não entro!! Nem pensar!!
Eu: Hm hm ... porquê?!
Louis: Pffff o garoto não tem que entrar, simplesmente ficar esperando por ver o bebé!!
Eu: Ficar esperando, só que... na sala de parto!! – provoquei novamente.
Louis: Não!
Eu: Ahh não mente, você só tá com medo que esse dia chegue!!! Ahaha e depois fala do Zayn, você nem tem coragem pra dizer que não tem “coragem” de entrar para assistir!!
Louis: Cala a boca sua babaca! – fecho os olhos me afastanto e rindo, quando sinto suas mãos em minha boca, me impedindo de falar. Tentei murmurar, mas as palavras tornavam-se impercetíveis.
Liam: Solta a garota seu idiota!! Que é isso? Tamos num hospital cara! – ele fala mais  rindo do que sério, sem dúvida hoje não tava sendo um dia normal.
Olho para trás e vejo zayn aparecer por entre aquelas portas pesadas, fazendo elas baterem uma na outra com força.
Zayn: Ela... ahh e-ela... – ele respira pesado, cansado, tentando  falar. Ele se curva levemente apoiando seu tronco em seus braços pousados em seus joelhos. Ele se recompõe, respirando mais calmamente, olho em seus olhos tentando perceber o que ele dizia. Um brilhozinho se formava agora. Um sorriso rompeu de seus lábios carnudos. – A bebé... – ele sorri – a bebé é linda!

Zayn P.O.V.

Assim que entrei comecei sentindo muito calor lá dentro. Andy estava numa cama de hospital... eu não consegui olhar direito. Ela suava muito enquanto se forçava a si a a seu corpo frágil a algo a que nenhuma garota está habituada... algo talvez, doloroso...
Ouvia seus gemidos e gritos, enquanto médicos falavam pra ela, as vozes ao longe, se repetindo, minha visão fraquejava. Ouvi chamar por nome... insisti em manter-me em pé, enquanto meu corpo parecia querer apagar. Era muita coisa pa mim num dia... minha mente mais confusa que meu corpo, e eu apenas tentava não fraquejar.
Ouço ela chamar por mim novamente enquanto segurava forte nos lençóis e erguia seu corpo a cada esforço. Abri os olhos forçadamente, respirei fundo e levei as mãos aos cabelos, os apertando, me chamando e acoradando pra realidade, tentando dizer a mim próprio pra não agir que nem um mariquinhas... porque era assim que eu estava agindo, que nem um maricas e um bebé. Ah. Ficar fraquejando porque sua namorada está em trabalho de parto e você está assistindo. Qual é o problema? Não pode ser assim tão mau ficar aqui, ao lado dela. É até bom... assim como a Patricia disse... esse dia, tem e será dos melhores da minha vida. E eu, eu tenho de aproveitá-lo ao máximo.  Dirigi-me pra perto dela, ela me olha nos olhos, ela solta uma lágrima de seu olho, sorri pra ela que me olhava serio e solta um sorriso fraco por fim. Seguro em sua mão e fico a seu lado. Ela apertava minha mão com cada vez mais força. Ficava difícil me concentrar em algo que fosse.
Até que em um momento apenas o choro de um bebé podia ser ouvido.
Ela. A minha bebé... a nossa bebé...
Olhei pra andy, que agora segurava uma criança no colo, seus olhos brilhavam muito, um sorriso largo rasgava em seus lábios, seu rosto cansado e reluzente devido as gotas de suor. Meu coração palpitava forte. Sensações boas que tomavam conta de meu corpo, olhando aquela que seria a cena mais fofa de sempre.

~1 dia depois

Andy P.O.V.

Acordei. A luz do dia batia em minha cara. Ainda sentia meu corpo dolorido do dia anterior. Ouço a porta do quarto abrir lentamente enquanto um garoto sexy e moreno entrava.
Zayn: Bom dia maezinha!! – ele fala dando um selinho em meus lábios. Sorri enquanto ele pegava uma cadeira pra se sentar a meu lado.
Eu: Ahah bom dia papai!! – falei rindo. Ergui meu corpo, tentando movimentar meu corpo devagar, zayn me ajudava. A zona central em minhas pernas doía (você sabe qual né?!) , então estar sentada não estava claramente ajudando... e bem, você sabe porquê. Soltei um grunhido.
Zayn: Hmm, tá doendo muito?
Eu: O bastante... – ri fraco enquanto ele me ajudava a me reconfortar. – Hmm... e então, já estiveste com a maggie?? – fiz beicinho fofo enquanto mechia com as maos de um lado para o outro.
Zayn: Já tive, é claro né sua loca!! – ele ri, achei óbvio que ele já deveria ter estado com ela. – ela é linda!! E fofinha!! Fiquei com medo de pegá-la... – ele baixou a cabeça por último, corando.
Eu: Awnn  zazza... você vai ter de pegar ela muitas mais vezes seu bobo!! – sorri, ele sorri com a língua entre os dentes – ermm... acha... bem, pode trazer ela pra aqui?! – perguntei o olhando calma. Ele se levanta sorrindo e sai. Alguns minutos depois ouço a porta abrir. Vejo zayn com ela no colo, vestida com cores claras, ela dormia pelo que percebi. Achei impossível não sorrir olhando aquela cena mais fofa.

~3 meses depois

Estava deitada na cama, quando ouço o a Maggie se remecher e soltar um barulhinho. Me levanto depressa e vou até ao berço, seus olhinhos abertos. Sorri levemente. Ela era tão linda. Tão fofa, tão... especial! Peguei ela no colo, ela se remeche em meus braços, se apertando contra meu corpo e escondendo a cara contra meu peito. Seus olhos iam fechando novamente enquanto eu cantarolava baixinho, abanando meu corpo num ritmo calmo.
Depois de algum tempo ela já dormia, coloquei-a lentamente no berço sem que acordasse.
Fui até ao armário e peguei em uma cadeira. Subi nela e peguei uma carta do topo do armário, escondida em uma caixa. A carta. A carta que nick havia me deixado. As saudades dele ainda eram muitas. Abri o envelope, sentei-me na cama. Senti minhas mãos tremerem assim que abri o papel em minhas mãos. Amarrotado. Algumas marcas de caneta borrada, o que indicava que ele estaria chorando. Um arrepio percorre meu corpo.  Comecei lendo...


 “Amor. Uma palavra tão pequena, e com tanto significado. Uma palavra tão pequena, que pode trazer tantos sentimentos. Maus e bons. Pode durar pra sempre, ou pode partir corações. Quem diria que seria algo tão complicado?! Ninguém.Desde o dia em que te mudaste, eu senti a tua falta. Da tua amizade. Do teu calor quando te deitavas comigo na cama, pra ver algum filme... do teu humor, da tua sinceridade. De ti. Porque tudo em ti é perfeito. Porque mais ninguém pra mim é tão especial.Há algum tempo, eu entreguei-te o meu coração sem pensar nas consequências... consequências essas que se notaram mais do que as coisas boas. Eu não sabia que levaria isso tão a sério, porque eu nunca senti algo tão forte antes. E talvez seja por isso que agora estás a ler esta carta. Porque eu te amo, e sempre continuarei a amar. E é por isso que talvez agora eu já não esteja aí contigo, a beijar-te, a mordiscar-te... porque, tu já não me amavas. Não tanto como eu. Tudo o que eu mais quero é ver-te feliz... e, pra isso... Eu tenho de deixar-te ir. Deixar-te ficar com quem tu amas, quem tu sempre amaste. Tudo o que consigo imaginar é ver-te pegando a nossa pequena ao colo, enquanto cantarolamos pra ela adormecer. Talvez agora ela já esteja aí contigo. E com ele. Depois de todo esse tempo, de todas as merdas que fiz... eu percebi que ele sempre foi melhor pra ti, e pode dar-te algo que eu não dei... e agora, ele sim estará contigo, e com ela. Só espero que ele seja bom pai. E que tu estejas melhor do que nunca... alegre.Tal como eu sempre te vi. Alegre. Algumas vezes nem tanto, e eu apoiava-te sempre que possível. Mas... já te fiz sofrer, mais do que queria. E eu não devia.E agora, agora eu já devo estar longe daí, bem longe, sem ninguém pra me infernirzar a cabeça. Pra mudar minha vida, e começar de novo. Mas, tem algo que nunca me deixará recomeçar do zero. Tu. A minha maior fraqueza. Porque eu te amo tanto, e isso me torna tão fraco.Espero que não me tenhas esquecido, porque eu nunca te esqucerei pequena! Minha, só minha.Trata bem dela, e diz pra ele... não, não digas... só, sê feliz, com quem tu amas! Não deixes que te tirem esse sorriso, porque sem ele eu não conseguirei viver.E lembra-te... eu sempre, sempre vou estar contigo.

Nick”

Meu coração palpitava ainda mais rápido do que o esperado, meus olhos enchiam-se de lágrimas. Ele não era mau. Nunca foi. Só que... as coisas complicaram-se. Eu amava-o... mas de um jeito diferente. Como se fosse meu irmão, ou meu melhor amigo. Eu não pedi isso. Eu daria tudo para o poder ter a meu lado, como sempre, como amigo, e zayn, com zayn me amando do mesmo jeito que eu o amo. Como eu sempre quis. Tudo bem, entre os dois, entre todos... Eu só queria que tivesse sido diferente. Mas eu não posso mudar o mundo. E agora... agora só me restam as recordações, aquelas que não posso, nem quero apagar.
Ouço baterem a porta, guardei o papel de minhas mãos rapidamente e escondi-o na travesseira.
Zayn: Posso? – enxaguei as lágrimas rapidamente com a parte de tras do pulso, esperei ele entrar. Seu olhar preocupado se encontra com o meu. Ele se senta a meu lado na cama, acariciando meu rosto. – Porque esteve chorando pequena?
Eu: Nada... – sorri fraco – é só que... – ele me olha atento – algumas recordações ficaram...
Zayn: É o nick não é?! – ele pergunta triste, olhando o chão e voltando novamente a encarar-me, desta vez com um sorriso, fraco – eu dava tudo pra ter resultado, e que ele não se tivesse ido embora... mas eu, simplesmente não podia ter ficado sem você... não dava. Não iria aguentar ver-te com ele. Porque... eu te amo, muito mesmo. Só não quero que fique pensando nisso agora...  porque, tem tanta coisa boa acontecendo! Tanta! – ele sorri – ve o lado bom da vida! Temos uma princesa linda, tudo está dando certo agora! Sem problemas!! – e ele tinha mesmo razão. Tuda estava dando tão certo! Parecia um sonho. Um sonho bom. Não tem porquê se tornar em um pesadelo.
Eu:  Desculpa por isso... – sorri fraco, ele me olha sorrindo de leve enquanto acariciava minha bochecha.
Zayn: Bem, vamos! Eles estão nos chamando!! – assenti e me levantei. Demos uma olhada no berço tentando perceber se ainda dormia, ela estava calma, sua respiração igualmente calma... sorrimos e descemos.
Ficamos ouvindo eles falarem...
Elodie: Harreeyyy eu também quero ter uma menina!!
Harry: Quantos quiseres bebe!! Eu não me importo de fazê-lo mais vezes!! – ele sorri malicioso e ri de seguida dando uma pegada na cintura dela enquanto ela ria.
Elodie: Larga de ser idiota seu bobo!!
Harry: Primeiro você tem de deixar de ser gostosa...
Bia: Aiiii gentee quanto mel!!
Louis: Podem fazer o que quiserem... quando quiserem mas...
Patrícia: ...longe daqui!! – ela completou. Todos gargalharam, enquanto harry e elodie se entreolhavam.
Eu: Oii gente!!! Há quanto tempooo!!! – sorri aparecendo de repente, eles me olhavam sorrindo e gargalhando, e ao mesmo tempo confusos.
Patrícia: Aiii meu Deus, não te via faz 30 minutos!! Quase ia morrendo de saudades garotaaa!!! – ela fala gargalhando ao mesmo tempo que zoava comigo.
Eu: Para de zoar sua babaca!! – ri.
Patrícia: Você teve chorando? – ela se aproxima de mim e sussurra. Tentei sussurrar um “não” de volta mas ela já tinha percebido. – O que quer que seja... esquece e vem!! – ela ri e me puxa até o centro da sala, juntamente com Zayn. – Bemmm nós temos uma coisa pra falar vocês... – ela olha pra Louis sorrindo. O que foi caraca?!
Harry: Fala logo!!
Patrícia: Eu e o Louis... bem, eu!... – ela faz suspanse - eu estou grávida!!
Eu: PARABENSSS GAROTAA!! – falo correndo pra abraça-la – só fica sabendo que não é fácil na hora de tratar de dar o bebé ao mundo! – ri.
Louis: É, nós queríamos contá-lo a todos!! – ele ri – E então... não dizem nada?!
Elodie: Parabenss seus porcosss!! Depois falam que eu o Harry é que fodemos né seus babacas?! – ela ria enquanto piscava o olho pra eles. Louis e Patrícia começam rindo que nem uns loucos. Ela chega perto dele  gargalhando alto, enquanto Louis já quase caía no chão de tanto rir. Mas que porra...?
Louis: Desculpem pessoal... mas... ahah – ele tentava recuperar o folgo – foi... H-I-L-A-R-I-A-N-T-E!
Zayn: Ai caralho... – ele fala confuso, assim como todos os outros – mas que porra é essa?
Patrícia: Então... deixa eu explicar... – ela inspira fundo  e por fim fala – EU NÃO TO GRÁVIDAAAA SEUS BABACAS!! Quem vem dar um anúncio é o harry!!
Elodie: PORRA GAROTAAAA SUA PARVAAA!! TÁ ZOANDO DA NOSSA CARA?! AIIII CARALHO, EU TINHA ACREDITADOOO!!! – ela fala meio sério mas rindo. Era impossível não rir, principalmente quando todos fomos enganados!!
Patrícia: Harry... – ela fala pra ele enquanto faz gesto pra ele avançar – harryyy – ele permanece no seu lugar, quieto e rindo sozinho.
Nocas: HARRY SEU LERDOO, ACORDA!! – ela grita em seus ouvidos até que ele a escuta olhando em sua volta.
Harry: Que foi?
Patrícia: Você não ia falar alguma coisa pra gente?!
Harry: Ahhh sim... – ele se dirige ao centro da sala, caminhando devagar, patrícia caminha até ao lado de Louis, mas louis se afasta. Notei um pouco de surpresa em seu olhar quando Louis se afasta até o centro para o pé de harry, assim como todos os rapazes. Dessa vez era ela quem estava sendo enganada... e não a enganar... e ela não parecia gostar.
Louis: Bem, então, NÓS – ele fala apontando pra todos os garotos – temos uma coisa pra falar!
Todas: Simmmm... – falamos em coro, esperando a resposta deles.

Patrícia P.O.V.

Puta que pariu!!
Partiu partir a boca toda aquele garoto ou...?
O que tem? Eu não gosto de ser enganada, tá bom?! Afinal... nós enganamos os outros (eu e louis)... não bem, eu pensei estar enganando e fazendo uma brincadeira com eles, mas eles já sabiam que era mentiraaa!! Tirando as raparigas... e agora eu tinha a certeza de que eles tinham planeado algo... mas o que era... isso eu já não sabia!!
Eu: Vá, fala de uma vez por todas porque eu não estou a gostar da brincadeira!!
Louis: Calma bebé... uma coisa de cada vez! – ele riu enquanto piscava o olho pra mim. Fodasse, eu só queria torturá-lo pra ele falar de uma vez por todas e depois... depois ele pisca o olho pra mim?! Isso é sedução?! Porque se é... olha que eu gostoo!! – Bem, isso é bem simples...
Zayn: A única parte complicada do momento seria a nossa pequena – ele olha pra andy sorrindo – a maggie... mas nós já tratamos desse caso e já não tem mais com que preocupar! – o que tem a  maggieee?! Ela é tão fofinhaa!!
Elodie: Mas vocês vão falar de uma vez ou quê? – é, acho que estavamos todas impacientes, olhando eles, em fila, frente a nós, de braços cruzados esperando eles falar.
Harry: Entãooo... tudo o que vocês tem de fazer é deixar a segunda feira (hoje era supostamente quinta feira) de vago pra nós... porque temos coisas combinadas!
Nocas: Que coisas?
Liam: Surpresaaaa!!!
Nocas: Ah não... eu não gosto de surpresas.... não só NÃO gosto, como ODEIO!
Liam: Então... apenas vai ter de ficar tentando adivinhar pequeninha!! – ela lança um olhar de chateada pra ele, que apenas ri de sua cara.
Eu: Louis... – sussurrei – vem cá! – todos começam falando, algumas raparigas já estavam anciosas pelo dia...
Louis: Oiii bebe!! – ele da um beijo na minha bochecha enquanto eu rio o puxando pra mais longe da confusão – o que foi?
Eu: A sério? Tá a brincar né?! – falei. Ele ri – aiii para com isso boo!! Fala de uma vez por todas o que vocês tão planeando!! Tá me deixando nervosa desnecessariamente...
Louis: E quem disse que era desnecessariamente?! Quem disse que não vai valer a pena?! Quem disse que não vai ser o melhor dia da sua vida?! – seus olhos brilhavam à medida que ele dizia as suas palavras. Seu sorriso era largo, assim como a anciedade que estava provocando em mim. – Tudo o que eu faço... tudo – ele fala sussurrando perto de meu rosto – é por você! E nunca, contra você! Então... apenas confia em mim! Eu tenho a certeza que vai gostar tá bom?! – ele acena com a cabeça a espera de minha confirmação com um sorriso nos lábios. Assenti sorrindo. Sinto seus lábios pressionados gentilmente nos meus enquanto o barulho do resto do pessoal ainda podia ser ouvido.

~Segunda feira

Ouço o toque do despertador tocar ao lado de minha cama. Esforcei-me para desligá-lo. Não tinha nem força pra me colocar de pé. Eram agora 10h da manhã. Para mim era cedo. Para outros nem tanto assim. Vesti uma camiseta comprida e larga apenas enquanto me levantava. Comecei me colocando a pé e sigo até o banheiro. Bato a porta e a tranco para tomar um banho. Preparei todas as coisas necessárias. Depois de algum tempo de silêncio profundo percebi que alguém se encontrava dentro do banheiro.
Eu: Louis, é você?! – ouço o som da água fechar. Uma figura morena sai do chuveiro, com uma toalha enrolada em sua cintura definida, suas tatuagens o deixando ainda mais lindo... soltei um suspiro assim que ele me dá um sorriso e beija meu ombro, enquanto eu inalava o cheiro de seu corpo molhado e do shampoo de seu cabelo... um arrepio percorreu meu corpo de repente. Ele ri.
Louis: O que foi isso? – ele pergunta rindo admirado.
Eu: Ahh sabe... – falei me virando contra seu peito - to mais do que super anciosa por logo!! – ele ri novamente – e tudo isto... por sua causa!! Até tive de me levantar mais cedo!! Já que ninguém ainda me disse a que horas seria esse tal acontecimento especial!!
Louis: Hmmm e que tal... esperar um pouquinho e depois eu te digo? Sim? – seu rosto ia formando uma expressão engraçada e fofa enquanto eu o examinava calmamente. Tão perfeito. Meu boo. Ele sorri levemente encarando o chão, como se tivesse lido meus pensamentos.
Fodasse. Que perfeição.
Segui até o banheiro, um sorriso largo ia-se formando em meu rosto enquanto ligava a água.
Louis: Eu vou te deixar aí um pouquinho!! – ele fala do lado do chuveiro – fico te esperando no quarto tá?! Não tem como fugir de mim, você já sabe!! – ele ri e caminha gargalhando. Coloquei a cabeça de fora da cortina e mostrei a língua pra ele. Ele faz o mesmo rindo e sai. Fique tomando meu banho, enquanto lembrava de todos os momentos, de directioner, em que sonhava que isso fosse acontecer. E agora... agora tenho ele, e tenho todos os outros, e as raparigas do meu lado. E ainda tem a maggie!! Não tem como não estar feliz! Era simplesmente errado ficar me aborrecendo se tenho a vida com que sempre sonhei! E tudo está dando do jeito certo, nada podia estar dando melhor...

~19:00h

Ahh que raivaa!! Porque não encontro minha escova de cabelo? Essa gente não sabe que não pode tocar no que é meu?!
Estavamos todas no meu quarto, tentando arrumar a melhor roupa, para o melhor dia, quem sabe...
Eu: GAROTASSSS ONDE TÁ MINHA ESCOVA DE CABELO? ONDE VOCÊS COLOCARAM ELA?!Elodie: Eitchhh calma porra!! Ela deve tar em algum lado né?!
Eu: Calma to eu tá bom?! Eu preciso me arrumar!!
Bia: E nós também garota!! Para de reclamar e pega noutra!! – fodasse.
Eu: Tá, pronto, será que alguém é capaz de achar ela? Por favor?! – tentei pedir calmamente, sem criar zangas.
Nocas: Tá aquii!! – ela fala vindo do banheiro com ela na mão enquanto caminhava pelo chão descalça – que foi? Não posso usar ela?
Eu: Nem vou responder a essa pergunta... – olhei pra ela meio impaciente, olhei em volta e todas as garotas tavam rindo. – Vocês tão rindo de quê?! Não tem piadaaa – elas recomeçaram a rir, desta vez ainda mais. Desisti, o riso apoderou-se de meu corpo.
Hoje até parecia o dia de baile de finalistas. Todas se arrumando, prontas para agradar a alguém, como se esse dia fosse mudar tudo!
No fim de, mais ou menos, uma hora, todas conseguiram encontrar uma roupa pra usar. Nenhuma de nós tinha optado pelo vestido... ah não pera, a babaca da andy tinha ahah!! A Elodie e a Nocas tinham pegado uma saia curta preta, combinando com uma camiseta mais larga colocada por dentro da saia e um colar do gosto delas. A Bia tinha decidido usar umas calças de ganga azul mais largas, combinadas com um cap e uma camisola mais... sensual eu diria! A Andy tinha então um vestido  escuro, combinado com umas vans. Tava bem legal mesmo!! Ahh e eu, bemm, eu tinha optado por algo mais... casual sei lá, mais eu! Tinha pegado umas calças pretas com uma camisola apertada e curta preta que apertava com um fecho pela frente, combinando com umas vans também pretas. Por fim decidi colocar uma camisa em tons mais claros mas fortes pela cintura. Ahh sem esquecer que todas nós decidimos, definitivamente, pranchar nossos cabelos, os alisando completamente. Uma make simples, disfarçando imperfeições existentes.
Não fazíamos ideia de onde íriamos, nem se estavamos bem arrumadas pra ocasião... tudo o que sabiamos era que seria um local mais descontraído. Chegamos no carro, onde um motorista nos esperava. Entramos e nos sentamos. Bia falou.
Bia: Ermm você não pode nos falar pra onde tá nos levando?!
Motorista: Não tenho ordens para o fazer! Eles me mandaram avisar que já lá estariam, e que alguém vai ficar vos esperando do lado de fora.
Bia: Ahh tá! ... e já agora quem vai ficar nos esperando?!
Motorista: Uns seguranças! – o carro começa em andamento.
Bia: Aiii meu deus, onde nós vamos?! – nos entreolhamos. O nervosismo e a ansiedade se misturavam.
(...)
Meu coração batia forte em meu peito. Um nó se formava em minha garganta. Apenas uma porta nos distanciava agora deles. Tomei um suspiro longo... Fechei os olhos e caminhei em frente.
Meus olhos encheram-se se lágrimas, assim como o de o resto das garotas. Sorrisos impossíveis de controlar se formavam, era simplesmente... perfeito. As vozes de várias directioners gritando e uma loz forte batendo em nossos rostos, apenas nos iluminando a nós. Luzes mais fracas iluminavam a plateia. No palco, outra luz surgia agora. Eles. Meu Louis, o Harry, o Niall, o Liam, o Zayn... Todos olhando pra nós, enquanto sorrisos nasciam por detrás de cada passo em nossa direção, lentos. Uma melodia começava tocando... eu reconhecia de algum lado... ahh sim...
Louis: E aí directioners?? Tudo bemmmm?? – gritos em resposta podiam ser ouvidos, garotas chorando por toda a parte... outras sorrindo largo...
Zayn: Hoje, temos aqui comnosco nossas amigas, nossas companheiras, nossas vidas!! – ele sorri nos olhando - É com elas, e por elas que aqui estamos hoje!! E principalmente por vocês!! Porque sem vocês não seríamos nada!!
Harry: Hoje vamos começar com uma canção... não muito especial.... mas que a partir de hoje, irá recordar este dia!! Lança o som!!

 

Bbbbaby c'mon over (Querida, venha)
I don't care if people find out (Não ligo se as pessoas descobrirem)They say that we're no good together (Eles dizem que não somos bons juntos)And it’s never gonna work out. (E que isso nunca vai dar certo)

But baby you got me moving too fast (Mas querida você faz eu me mover tão rápido)
Cause I know you wanna be bad (Porque eu sei que você quer ser má)
And girl when you're lookin' like that (E garota quando você aparenta desse jeito)I can't hold back. (Não consigo controlar)

Cause you, you've got this spell on me (Porque você, tem esse feitiço sobre mim)I don't know what to believe (Eu não sei no que acreditar)
Kiss you once, now I can't leave (Beijei você uma vez e agora não consigo ir embora)
Cause everything you do is magic (Porque tudo que você faz é mágico)
But everything you do is magic. (Mas tudo que você faz é mágico)

(...)

Oh oh oh oh ohOh oh oh oh ohC'mon (Vamos lá)
Kiss you once, now I can't leave (Beijei você uma vez e agora não consigo ir embora)
Cause everything you do is magic (Porque tudo que você faz é mágico)
But everything you do is magic. (Mas tudo que você faz é mágico)


Todos os olhares foram postos em nós. Em mim, nas garotas, e neles. Eu não sabia mais se chorava. Se ria. Se gritava ou se ia correr ter com ele. Meu coração parecia querer saltar fora de meu peito. Eu só queria sorrir. Eu não tinha nada a esconder. Nada. Eu o amava, como sempre amei. Nada mudou... apenas cresceu. E isso, nada, nem ninguém poderá mudar. Comecei correndo em direção a ele, e então todas as garotas igualmente. Os holofotes seguiam-nos por toda a parte. Quando estava perto de Louis, senti minhas pernas tremerem. Mas continuei andando. Ele me esperava com um sorriso enorme no rosto e de braços abertos. Quando finalmente cheguei perto dele o beijei. Sim... O melhor beijo de todos. Uma lágrimas correu por meu rosto assim que me afastava dele. Reparei em seus olhos brilhantes e então vi uma lágrima também escorrer por seu rosto.
Louis: Cause everything you do is magic… - ele sorri e fala cantarolando baixinho. Permaneci em seus braços, me aconchegando forte contra ele. O som da musica começa agora baixinho novamente. Ouve-se o som das directioners gritando. Olhei em volta. Sorrisos. Lágrimas. Ouviam-se assobios e então apenas as directioners cantavam agora, em uma só voz.
As garotas sorriam, todas elas. Niall e Bia estavam agora juntos também. Um beijo doce tinha rolado. Olhei pra Louis, meus olhos sorriam e minha mente pulava de alegria, apenas por te-lo a meu lado. Sorri, apertei seu corpo contra o meu... sussurrei baixinho, completando...
Eu:
But everything you do is magic…

FIM


Oiiii liamdasss!! Demorou, muitoooo eu sei!!! Fiquei muito tempo escrevendo, e então o capítulo ficou bemm longo mesmo! Foi o último!! Ahhh custa tantoo dizer isso!

Enfim, agora eu queria saber de vossas opiniões... já que, esse foi o último! Eu espero ter ficado de agrado a todas, então qualquer coisa peço desculpa!!

Bjssss

xxPatrícia 

2 comentários:

  1. Nossssssaaaaaaa ficooo mttt massa cara <3 sen or num acredito q acabo euu amava essa fic sen or sen or fiko mtt dahra <3 <3
    obs; demorei para ler porq tinha perdido o site q aconteceu uns bang no meu pc ae nu achava mais o site.
    mais fiko mttt xiq *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oiwnnn bigadaa!! :3 tava a ver q ninguém mais dizia se tinha ficado bom né? já tava tomando um susto com o medo de ninguém ter acompanhado a fic!!
      te amoo garotaa <3 muitoo obrigada!!
      xxpatricia

      Excluir