domingo, 5 de janeiro de 2014

Magic - 3ª Temporada - Capitulo 17 - Inconsciente

 


 

(...)

 

Acordei já faziam 15 minutos, eram agora 11h da manhã. O silêncio levou-me a pensar que ainda toda  gente deveria estar dormindo. Olhei pro lado, louis respirava calmamente sobre a travesseira que ele abraçava sem se aperceber. Ele ainda dormia. Levantei-me devagar, evitando fazer qualquer tipo de ruído, sigo até ao banheiro e lavo a cara. Desço até a cozinha, aproveitando para comer alguma coisa. Acabada a árdua tarefa de tentar encher meu estomago vou até a sala, aproveitando para ver um pouco de tv. Ligo e coloco o volume baixo. Alguns momentos depois ouço um ruído do exterior. Assustada eu?! Naaaaaaa...claro!! Sigo em pontas de pés até a porta e tentando perceber que barulho era aquele me assustava... abro a porta e espreito, não conseguia ver nada. De repente sinto alguém bater contra a porta com toda a força a fazendo bater bruscamente contra a parede, provavelmente deixando futuras marcas lá. Olho pro chão, meu coração parecia palpitar a uma velocidade fora do normal assim que vejo um corpo estendido no chão em diante de mim, de barriga para baixo, deixando-me apenas com visão de suas costas. Posso admitir que nem coragem tinha para tentar sequer tocar nele para perceber se se tinha machucado, ou então perceber quem era... toco seu ombro, tentando virá-lo. Tarefa mais que falhada... Fora um fracasso! Seu corpo era enorme e sua estrutura definida. De repente reparo em seus cabelos cacheados. Não tem muito rapaz de cabelo cacheado hoje em dia...

Eu: Harry? – forço-me novamente a virá-lo, procurando forças para o empurrar agora para dentro de casa. Era mesmo ele. Mas ele tá inconsciente? Que é que esse garoto andou fazendo? Ah não pera, eu já sei mesmo!! Beber! – Harry seu idiota!! Acorda!! – falo dando tapas em seu rosto, esperando ele acordar. – Harryy!! HARRY!! – dou um ultimo com mais força. Ele acorda de repente assustado, percebi seu coração bater depressa quando toquei em seu peito pra dar um tapa nele.

Harry: Que é que há?! Que foi que eu fiz?! Porque eu estou deitado no chão?

Eu: Harry... – tentei falar.

Harry: Ahhh que dor de cabeçaaa! – seus olhos pesados insistiam em não querer olhar meu rosto nitidamente. Seu corpo segurado por seu braço, enquanto sua mão livre estava encostada em sua testa tentando de algo modo mostrar-me sua dor.

Eu: Pra que bebeu tanto? É bem feito mesmo!! – falo rápido dando sermão nele. É, eu não costumo dar sermão, mas esse garoto tava merecendo!! Aparece em casa as 11h da manhã, e praticamente inconsciente... só teve o que mereceu!!

Harry: Ahh larga de ser chata e vai buscar algo pra eu tomar! – ele fala rindo baixinho tentando não aumentar a dor que ele dizia ter, lentamente se sentando no sofá.

Eu: Ahh sério? Eu que sou chata e agora tenho de ir buscar remédio pra você?! Ahhh não

Harry: Ahh vai lá!! – ergui minha sobrancelha cruzando os braços abaixo de meu peito. Ele suspira e me olha sério – ah pronto!! É, só que é eu não quero que ela me veja assim...  – ele fala baixinho.

Eu: Hmmm... ela quem?!

Harry: Ah você sabe... a elodie!! – soltei uma gargalhada alta, ele me olhava confuso. – O que foi garota?

Eu: Ahh nada!! Só não se preocupe com isso... eu tenho a certeza que ela estará do mesmo estado!!

Harry: Ermmm do mesmo estado como? – ele fala coçando a cabeça.

Eu: Ahh que lerdo garoto!! Ela vai tar de ressaca como você tá! É bom que você não tenha deixado ela na balada, tem muito garoto com vontade de pegar ela... você sabe. Ela não é de deitar fora... – avisei-o. Ele de repente pula do sofá nervoso.

Harry: Vem comigo!

Eu: Eu o quê?!

Harry: Vem comigo buscar ela!! Não quero ninguém de volta da minha gostosa!! – ele fala rápido e nervoso, noto seus punhos se fecharem.

Eu: Ahh já vai!! Só vou pegar uma roupa rapidinho!!

Harry: Ahhh vai lá, e não demora!!

Eu: NÃO!! É RAPIDOO, SÓ VO PEGAR NUMA ROUPA PRÁTICA!! – falei subindo as escadas e falando alto pra ele me ouvir. Oh porra!! Eles ainda estão dormindo!! Entrei devagar no quarto, peguei a primeira roupa que me apareceu, vesti-me rápido, enquanto olhava Louis na tentativa de não o acordar, deixei o cabelo solto, peguei nuns ténis e desci. Fui me calçando pelo caminho até chegar a Harry que já estava abrindo a porta pra gente sair.

Harry: Anda, vamos!! – ele sussurrou. Saí e fomos em direção ao local da balada. Harry seguia todo o caminho em silêncio, pensativo, fomos a pé, já que eu quase não sei dirigir e o Harry não está em condições. – V-você acha que ela pode ter ficado com alguém?! – ele fala caminhando de cabeça baixa e gaguejando.

Eu: Bem, se ela estivesse sóbria... eu diria que não. Se ela estivesse bebada eu já não sei né?! Mas uma coisa eu te garanto... – ele me olha curioso, e com medo de minha futura afirmação - apesar dela ser assim, ela te ama garoto!!  - seus olhos brilharam - E nota-se que você também a ama, embora vocês levem isso mais na brincadeira. – ele sorria olhando o chão, enquanto caminhavamos - Agora que você a tem, não pode simplesmente deixar fugir se algo acontecer... ela nunca te traíria, porque quando ela ama alguém... ela ama sempre, e pronto! Pode até ter acabado, mas sempre fica lá... na memória dela!! E você... - chego perto dele o fazendo parar por uns momentos – você vai ficar no coração! – toquei o lado esquerdo de seu peito, ele olhava meus movimentos, lentamente deixando um sorriso escapar de seus lábios. - Ahh quem diria que esse garoto se iria apaixonar de verdade?! – ri pra ele brincando com seus caracóis enquanto dava um soco de leve em seu braço. Ele ria-se.

Harry: Hey, para de rir de mim!! – ele baixa seu olhar, envergonhado - Isso é sério...

Eu: Eu sei que é! Por isso que eu falei aquilo pra você!!! – afirmei – agora temos de encontrá-la e trazê-la pra casa!! Vá, vamos embora! – ele assente e começamos andando mais depressa. Depois de 5 minutos chegamos no local da balada. A porta estava aberta, algumas pessoas apenas saindo agora. Suspirei, vendo a confusão que se formava cá fora. Seguimos até a entrada e ficamos procurando ela. Vários dormiam nos sofás, outros no chão, tinha alguns arrumando. Fomos até ao andar de cima. Até agora nada de Elodie.

Eu: Elodieee!! Elodieee!!! Hey! Onde você tá?!! – eu ficava entrando em vários quartos enquanto chamava por ela. Onde essa garota se meteu?! Fui ter ao pé de Harry que procurava do outro lado.

Harry: Hey garotaaaa!! Onde você tá?! – ele solta um pequeno som de assustado seguido de uma gargalhada maliciosa após entrar num quarto com um garoto e uma garota... você sabe... a transar!! Ele fecha a porta rapidamente e continua procurando. – OH GOSTOSA!! ONDE VOCÊ TÁ?!

XXX: Harreeeyyy!! – ela salta no colo dele dando um selinho rapido em seus lábios. Ele abraçava-a forte enquanto a rodava em seu colo.

Harry: Onde você tava?! Ficamos te procurando e chamando por toda a casa...

Elodie: Como é que eu não iria reconhecer a voz desse gato hein?! – ela riu o beijando de seguida. Soltei um grunhido da garganta...

Eu: É melhor eu ir embora né?! Eu deixo os pombinhos em paz!! –falei os olhando incomodada, é, não é muito agradável ficar vendo se beijando. Não pra mim!!

Elodie: Heeyy! Onde você vai?! – ela vem correndo pra mim, saltando do colo dele. Ela me abraça.

Eu: QUASE pensei que você tivesse ficado inconsciente aí, num canto qualquer dessa casa!! – falei rindo.

Elodie: Ahh que consideração que você tem por mim hein?! Eu sei me cuidar... – não tenho dúvidas...

Eu: Então que ficou aqui fazendo essa noite toda?!!

Elodie: Hmm bem, eu fiquei procurando pelo Harry, depois de algum tempo cansei-me e subi até ao segundo andar ... e agora estava dormindo até a pouco tempo, e ouvi a voz desse altifalante aqui – ela apontou para Harry rindo – e vim ter com vocês!! – olhei para Harry gargalhando, fui ter com ele devagarinho, ele me olhava confuso.

Eu: Pelos vistos ela se cuida melhor que você, né seu lerdo?! – falei rindo e ele me olha rindo também. É, ele agora sabia que podia confiar nela...

Elodie: Vamos então?! Não quero ficar aqui a minha vida toda gente!! – assentimos.

 

Continua...

 
 

xxPatrícia  

Nenhum comentário:

Postar um comentário