segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Atividade Paranormal - 3ª Temporada - Capitulo 9 - Ela...

Oiiiii gente!! Temos andado meio desaparecidas não é? Mas enfim, já está pronto e dessa vez o capitulo é maiorrrr!! Eheheh Eu tenho um conselho: leiam esse capitulo enquanto ouvem essa música... eu acho que fica lindo!! www (e sim, é das chipettes, porque eu sou muito criancinha!! ahahah) xxpatricia

 

 

Acordei com o despertador tocando... era hoje o dia do funeral ... entro no banheiro, a água cai sobre meu corpo me fazendo sentir mais leve… o dia ia ser difícil, pego umas cápsulas que ainda tinha e inspiro o pó, o sangue em minhas veias começam logo fervendo, tudo aquilo era como um choque elétrico em meu corpo, me mudava completamente, desligo a água e saio o banheiro, vou no closet pego uma roupa preta e prendo o cabelo.

 

Sigo em passos lentos até ao funeral, já todos estavam lá, dirijo meu olhar para o chão e tento ser forte e travar minhas lágrimas, mordo meu lábio inferior e respiro fundo, tomando ar suficiente para poder não desabar minhas lágrimas ... dou um “oi” a todo o mundo, cumprimento os pais da Patricia, sua mãe toca minha cabeça com as mãos trémulas, meu corpo estremece, ela deposita um beijo em minha testa, sigo até ao caixão, tomo força e o olho... durante todo o funeral mantive meu olhar baixo, o braço de Louis envolvia minha cintura, ele estava tenso, ouvia sua respiração pesada e ele tentando não chorar, eu não conseguia estar ali muito mais tempo!!  Saio mesmo sem acabar o enterro e me escondo atrás de uma árvore próxima do cemitério, deslizo meu corpo pelo tronco, me deixo cair no chão, agarro meus joelhos entre os braços e escondo minha cabeça ... meus pensamentos rolam em minha mente, falava comigo mesmo ...

Eu: Porquê Deus ... p-porque você mandou esse anjo pra junto de mim e agora ... era suposto ele ficar ao nosso pé, nos dar colo, quando uma nuvenzinha escura quer chover dentro de nós ele dar uma luz ... sorrir connosco estar ao nosso lado!! A esse anjo eu chamo de minha melhor amiga, e você me roubou todos esses sentimentos ao tirar ela desse mundo ... – minha voz saiu muito baixa e falhando – VOCÊ A TIROU DE MIMMMM!! – digo elevando minha voz e agarrando meus cabelos. E pontapeando as pedras na minha frente...

Zayn: Oi aaa ... é aaa ... tudo bem com você?!!

Eu: ACHA IDIOTA??

Zayn: OH não é preciso reagir assim não, tá bom!! – ele agarra meu braço me fazendo o encarar, nossos rostos quase se colam, seus olhos fitavam meus lábios trémulos, desvio meu olhar e me solto dele. Vou até ao colégio, minha mala estava pronta já, simplesmente a pego, olho o quarto agora vazio me recordo de como foi todo esse ano... surpreendente!! Ia poder voltar á minha vida novamente, ficar longe de tudo e todos! Finalmente a escola tinha terminado me iria ver livre desse lugar. Saio o colégio e sigo até ao metro, olhava o ponteiro do meu relógio sempre rolando, meu coração palpitava em meu peito fortemente ...

 

 

 

Zayn P.O.V.

 

 

Depois do funeral do Liam e da Patricia segui até ao colégio para pegar minhas malas, iamos regressar a nossas vidas novamente, eu não queria isso, apenas queria continuar junto deles e... dela!!  Penso nos nossos tempos de juventude, só existia eu e ela, eramos jovens, selvagens e livres, agora tudo me quer mandar para longe dela ... Ela é tudo o que eu quero, quando está deitada em meus braços quase nem posso acreditar, o amor dela é tudo o que eu preciso, não é assim tão difícil de ver!! Eu encontrei a garota que virou minha vida, que me anima quando estou mal, e nada pode mudar o que ela significa pra mim ... Esperei tanto para que algo acontecesse, que meus sonhos se tornassem reais, estar com ela ... e agora cheguei ao fim sem nada! O tempo continua andando e eu senti que já perdi e não vale apena lutar ... sigo até á saída do colégio, já todos estavam lá, tento disfarçar meu estado…

Elodie: Então ele já chegou, acho que podemos falar!!

Eu: Falar o quê?? – pergunto confuso.

Harry: A gente pensou passar esse fim-de-semana junto e fazer uma despedida!! – um sorriso se forma em meus lábios, os carros chegam, todos começam entrando – Zayn!! Bora cara!! – ele me faz sinal pra entrar no carro.

Eu: C-cadê a s/n??!

Nocas: Zazza eu pensava que você sabia!

Eu: Saber o quê?!

Nocas: A s/n foi embora...

Eu: EMBORA??

Elodie: Ella vai apanhar agora o metro pra voltar a ... – sinto a mão de Louis tocar minhas costas e ele me sussurra no ouvido “Vai atrás dela mano”, meu corpo e minha mente estavam paralisados, nem reagiam a suas palavras ... Ela, ela, ela era tudo em que minha cabeça pensava, passo a mão em meu pescoço, agarro minha mochila colocando-a no ombro e corro até á estação, sentia as pernas já cansadas, um táxi para junto a mim entro rapidamente, ele segue até á estação, não conseguia conter meu nervosismo, pego o celular e digito seu numero, escuto-a atendendo.

S/n: Oi – não falo, apenas queria ouvir sua voz, saber se ela estava bem, ela ficou também em silêncio por um tempo – Zayn eu sei que é você ... – sinto uma lágrima cair de meu rosto e desligo a chamada. O táxi pára, saio a porta e olho a estação, havia um mundo de gente esperando o trem chegar ... Como eu a ia encontrar caralho?!! ...

Eu: Fodasse onde você está miúda?? – falei pra mim mesmo enquanto a procurava, passei quase meia hora a procurando, havia sempre trens chegando,  cada vez mais pessoas ocupavam a estação, a cada segundo olhava o placar de partidas, segundo ele, ela só partiria daqui a poucos minutos ... Nada dela... levo minhas mãos agarrando meus cabelos com força, meus olhos marejavam ... Acabou!!  Marquei o número do Louis e lhe liguei, engoli o choro e tentei falar.

Louis: Zayn!!

Eu: Eu não encont... – meu corpo congela, meu dedo pressiona o botão desligando a chamada, senti meu corpo voltar á vida ... aqueles olhos azuis me olhando do outro lado, eu não a perdi!!  - PARECE QUE TE ENCONTREI – gritei para que ela ouvisse.

S/n: VOCÊ É MALUCO!!

Eu: POR VOCÊ!! - ela se aproximava de mim.



Eu: Achava mesmo que eu te ia deixar ir sua tonta??!

S/n: Não era esse seu sonho?? – pergunta sorrindo.

Eu: Não ... Eu preciso de você sempre por perto!!

S/n: ... - nenhum de nós falava apenas nos olhávamos, cada pormenor do seu rosto era tão perfeito – Hmmm ... vamos?? – assenti. Á medida que iamos andando meus olhos apenas se agarravam a ela ... – Zayn

Eu: S/n – falamos ao mesmo tempo. – Diz ahah!!

S/n: Obrigada ...  – ela fala e volta a andar, o clima estava tenso, nenhum de nós falava, isso me estava irritando caralho ...

Eu: Fodasse porra – ela para e se volta pra trás me olhando, a olho também, agarro seu braço a empurrando contra um beco – Precisamos de falar – falo sério.

 

 

 

S/n P.O.V.

 

As mãos dele pressionavam meus braços, seus olhos estavam completamente escuros, sua respiração batia contra meu rosto, nossas testas quase se tocavam.

Zayn: Você fica linda quando está nervosa!! – ele sorri contra meus lábios, um arrepio me percorre e ele percebe.

Eu: Zayn... – digo mas minha voz mais que sai como um sussurro.

Zayn: Eu gosto de você ... – ele fala calmo, solta meus braços e entrelaço nossos dedos, suas mãos deslizam pela minha cintura, nossos narizes se tocam e em segundos seus lábios selam os meus, sua língua percorre meu lábio pedindo passagem e eu cedo, nossas línguas dançavam perfeitamente uma com a outra, seu corpo quente pressionado contra o meu, coloco minha mão sobre seu peito o afastando um pouco de mim.

Eu: Só amigos ... – minha voz falha.

Zayn: Você sabe que isso é impossivel né?! – meu corpo desejava o dele, eu não conseguia negar, seus lábios atacam novamente os meus, era um beijo feroz, quente ... Nós eramos só dois amigos que se desejavam!! – Eu queria tanto ... – ele geme contra meus lábios – ohhh s/n ... -  eu tinha que ser forte ... MALIK NÃO É GOSTOSO, NÃO É ... Afff claro que é caralho!! Me desembaraço dele.

Eu: Eu não esqueço tudo ó Malik!!  Oh seu retardado a gente se odiava lembra e ...e, e ... agora tá aqui quase se comendo!! Não Zayn não pode, NÃO PODE – digo meio atrapalhada.

Zayn: Oi?!! O que você me chamou?? – ele fala se aproximando de mim, vou dando passos lentos para trás.

S/n: R-E-T-A-R-D-A-D-O!! Idiota, parvalhão, c...

Zayn: Gostoso... – ele volta a me alcançar e nossos corpos chocam mais uma vez, curvo minhas costas para que meu rosto se afaste do dele. – Quer que continue? – abano com a cabeça negativamente e engulo seco.

Eu: Talvez a gente ...

Zayn: ... possa tentar ...

Eu: ... amigos!

Zayn: a - amigos!

Eu: SÓ amigos!! – ficamos nos encarando por segundos, sentia um duro se formar nele á medida que o tempo passava.

Zayn: Fodasse... Só amigos??

Eu: Não sei...

 

Continua...

----------------------------------Andy-----------------

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário