segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Atividade Paranormal - 2ª Temporada - Capitulo 20 - Viciante

Aqui está o tão desejado capitulo "Atividade Paranormal", desculpem pela demora, mas já aqui está! Depois de tanto tempo, acho que mereço uns bons comentários não? Ah e, mais uma novidade: este é o ultimo capitulo da 2ª temporada pelo que devem ter reparado! Então, espero ter ficado de agrado! Bjss 

 

 

S/n P.O.V.

Acordei toda dolorida, meus olhos pesados de ontem. Tentei me levantar aos poucos. O dia de ontem foi complicado. Suspirei, me olhei no espelho. Eu não queria, mas eu tinha aulas, e não podia faltar a elas… enfim…

 

(…)

Ahahahh tá a zoar né?? Mais um dia de castigo! Affff eu amava o professor Richard até ele dar numa de velhote resmungão, poxa!!! Eu sei que mudei mas foi o melhor, MUDAR definitivamente, e nem assim certas coisas deixaram de me assombrar ... Fui até ao jardim do colégio, estava vazio, levei comigo o celular e quando lá cheguei ouço um miar ... gatinhos?? Cade eles?! Olho uma arvore e topo um pobrezinho preso lá!! Me aproximo pouso minha mala e meu celular no chão e tento chamar ele.

Eu: Hey bichaninhooo!! – ele se voltou pra mim e miou mais uma vez. – Eu vou te tirar daí fofo!  - pus meu pé num ramo que me pareceu seguro e me estiquei pra tentar o pegar, minha mão tocou sua pata mas penso que se assustou e ele subiu mais – POXA, não tenha medo só quero te ajudar!! – subi mais um pouco apoiando o peso dos meus braços noutro ramo e fiz força pra tentar subir todo meu corpo mas o tronco estava escorregadio e perdi minha força ...

 

Justin P.O.V

Fodasse esse colégio tá a acabar comigo!! Fui até lá fora pra tentar dar uma escapada desse lugar e ir ter com o pessoal!! Quando ia a passar pelo jardim, vi a ... S/N agarrada a uma árvore ... ela até pode ter mudado, passar de uma menina simples, tímida pra uma garota popular, rica, mimada, mas ela continua a mesma de sempre e você percebe isso quando topa essas cenas ... uma garota patricinha como ela nunca subiria numa árvore pra ajudar um bichano porque podia partir uma unha, um salto ...

Fodasse, quando reparei ela ia cair, corri junto dela e seu corpo caiu nos meus braços com grande velocidade me fazendo cair com ela junto.

S/n: AHHHHH ... Jus!! – ela afoga sua cabeça no meu peito e eu coloco minha mão em seus cabelos.

Eu: Tonta ... acha-se o que?? Super mulher?! – digo sorrindo e ela abana a cabeça negativamente.

S/n: Eu só estava tentando ajudar o bichaninho!! – ela estava deitada sobre mim e por mais que eu nos tentasse afastar, todo seu corpo chocava com o meu e isso estava deixando meu amiguinho excitado ... eu não a esqueci e a s/n continua sendo especial pra mim! Senti um duro se formar debaixo das minhas calças chegando até a magoar ... Poxa essa garota não pode simplesmente se levantar ou quem rebenta sou eu! Mordi  meus lábios com força pra me segurar e não agarrar nela ... Aiiii sabe deus o que me estava passando pela cabeça nesse momento! – Voce se magoou?? – abano a cabeça negativamente. – Então comeu alguma coisa estragada?? ... Não tá de boa cara Jus! – Nossa como ela pode ser tão inocente!! Eu estou com tesão valha-me Deus, e essa garota não tem meio de perceber que nossas posições não estão favorecendo o meu amiguinho!! Ela desce um pouco seu olhar e finalmente se depara com o alto que se forma nas minhas calças e seu rosto queima completamente e ela sai gentilmente decima de mim e pega sua mala com o celular  -  Aaaa ... Voce fica bem?? -  ela pergunta timida , assenti e depositei um beijo sobre sua testa.

Eu: Se cuida bebe!

 

S/N P.O.V

O Justin dá de costas e pula a grade do colégio, dou um sorriso ao perceber que ele estava fugindo outra vez!! Volto a olhar a árvore e me apercebo de que o gatinho não estava mais lá ... estranho!! Como ele saiu dali?! Bem não vale pena estar a pensar nisso ... Affff minha vontade de ficar nesse colégio é nenhuma, eu quero mesmo é fugir desse lugar!! ... Eu já estava de castigo por isso minha punição não poderá ser maior que essa!! Fui até á grade e a pulei também, corri um pouco na tentativa de ainda alcançar o Justin mas não consegui mais o ver, paro um pouco para recuperar minha respiração e sinto algo detrás de mim agarrar minha cintura, dou um pulo me voltando ... Afff Alex! Levo a mão ao peito e respiro fundo.

Eu: Afff que susto garoto!

Alex: Com medo de mim princesa??

Eu: Não ... com nojo de si imbecil! – digo me tentando soltar dele que ainda prende seu corpo mais contra o meu fazendo pressão com sua mão em minhas costas.

Alex: Controle seu nervosismo s/n!

Eu: Ah se cuida garoto! ... E me solta de uma vez! – digo socando seu peito.

Alex: Me pede direito e eu te solto! – reviro os olhos e ele agarra meu queixo firmemente com seu polegar e indicador me olhando fixamente. – Não me revire os olhos cabra!

Eu: Vai se foder! ... E ME SOLTA ALEX OU EU ... – ele prende suas mãos debaixo do meu rabo, elevando minhas pernas em roda da sua cintura, prende seus lábios nos meus e nos pressiona contra uma parede. Sua língua era como se exigisse entrar dentro da minha boca, levei minha mãos aos seus ombros fazendo força pra que ele se afastasse mas não consegui.  Nossas posições permitiam que eu sentisse o alto que se formava dentro das calças desse idiota, suas mãos não descolavam da minha bunda e acabei cedendo e dando passagem ao beijo que de certa forma era viciante, seus lábios pareciam uma droga!

 

Justin P.O.V

Nossa eu acho que era melhor voltar ao colégio e não sair do quarto por hoje!! Mais que eu ter vontade poder agarrar a s/n e leva-la pra cama eu sinto por ela aquilo que eu nunca senti ... amor!! Ela me tinha deixado de certa forma excitado podia ainda sentir seu corpo prensado no meu e meu corpo ainda ferver mesmo ela lá não estando!! Dei meia volta e voltei fazer o caminho de volta pro colégio, não havia ninguém pelas ruas, mandei uma mensagem ao Chaz dizendo que não ia aparecer ...

Xxx: E ME SOLTA ALEX OU EU ... – a voz não me era estranha, a garota parecia estar perto de mim caminhei mais um pouco e vejo a ... a s/n, o garoto devia ser o Alex a  agarrando e beijando-a!!  A mão dele apertava a bunda dela que colocava suas mãos sobre os ombros dele ... Fodasse como queria ser eu ... Puta que pariu esse filho da puta que eu nunca antes vi, estava agarrando a MINHA miuda! Senti os nervos invadirem meu corpo aos poucos, mordi meu lábio inferior e cerrei os punhos pra que não fizesse besteira e sai dali.

 

S/N P.O.V

Alex: Você me irrita garota! – disse contra meus lábios e mordendo meu pescoço de seguida mas atacando novamente meus lábios, meu corpo começava esquentando, levo minhas mãos á sua camisola por impulso e começo a subindo – Acho melhor a gente não foder aqui na rua princesa! – diz rindo e agarrando minha mão me puxando bruscamente e entrando numa porta que deveria ser da sua casa. Ele tranca a porta e me pega no seu colo me jogando na sua cama e logo sobe em cima de mim.

 
 

 

Continua...

-----------------------------------Andy--------

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário