segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Atividade Paranormal - 3ª Temporada - Capitulo 6 - Assalto

 

S/n P.O.V.

 

Minha vida tem dando um giro enorme, nem sei quem mesmo sou!! ... A única pessoa que realmente me fazia sentir bem era o filho da puta do Alex, ele, as drogas, tudo isso ... era pra aí que ia mais uma vez, cheguei na rua onde ele sempre estava com o seu pessoal, não passava por lá faz um tempo, volto os vendo, me aproximo, todos me olhavam de canto e desconfiados como sempre os conheci, Alex dá um movimento com a cabeça lhes dando ordem pra irem e nos deixarem sós, eles partem, ele me olha sério mas depois manda um sorriso safado, não consegui nem corresponder, e baixo meu rosto novamente pro chão, sinto sua mão acariciar minha bochecha e me faze-lo encarar, simplesmente o abraço forte e ele corresponde ao abraço me acolhendo em seus braços, passamos assim um momento, me afasto limpando minhas lágrimas.

Eu: Eu preciso ... – digo direta pra ele.

Alex: Agora não!!

Eu: Alex passa essa porra caralho!!

Alex: Hey princesa, calma!!

Eu: A Patrícia morreu ... – falo calma pra ele, meu coração doí falando isso. – MEU CORPO GRITA POR ISSO ALEX, ESTOU FICANDO FRACA, SEM FORÇAS, ME DÁ POXA!!

Alex: Eu tenho melhor que isso ... se você quiser!!

Eu: Mais fo-forte??

Alex: Não!! O que você precisa é de quebrar regras, correr riscos, atravessar essa linha ... precisa de se sentir viva!! – ele tinha razão. – Isso é algo diferente ...

Eu: Fodasse diz logo, que seca essa merda de conversa!!

Alex: Assalto ...

Eu: VOCÊ PIROU DE VEZ!! UM ASSALT ... – ele tapa minha boca com a sua mão me encostando bruscamente no muro.
Alex: Eu preciso do dinheiro ... se não for eu minha família morre á fome  entende?? ... Claro que não entende porque você é só mais uma pita rica e mimada ... Tem dinheiro, tem tudo o que quer!! – ele fala sério sem descolar seu olhar do meu, sua voz saia agressiva comigo, forte rouca, me deixava desconfortável.

Eu: Sou rica, sou mimada ... e você é um pobre que não tem onde cair morto car...

Alex: Mede as palavras antes de falar comigo s/n!! – diz agarrando meu queixo firmemente.

Eu: Aqui você que tem de medir as palavras ... porque é você que precisa de mim bebe!!- digo, seu rosto a centímetros do meu, sua mão estava na minha cintura, ele morde meu lábio inferior e se pressiona mais contra mim, sua mão me roda fazendo minhas costas baterem em seu peito e ele beija meu pescoço ainda agarrando meus braços á frente.

 



Alex: Vai fazer ?... – ele sussurro em meu ouvido, sinto sua respiração quente bater contra meu lóbulo, seus lábios voltam a encontrar meu ponto fraco e ele suga minha pele atrás da orelha, seus dedos correm minha virilha – Hã?? ...

Eu: Cabrão... – digo me voltando agora pra ele, ele sobe sua mão dentro da minha blusa percorrendo agora meu sutiã. – Eu faço!! – ele me olha e sorri, se fasta de mim e me recomponho. – Onde??

Alex: Há um banco aberto durante todas as noites ao serviço do público ... é esse!! – assinto, ele me conduz até ao lugar onde está o resto do seu pessoal. – Esse é o Bryan – ele aponta para um rapaz alto que usava touca, moreno de olhos azuis  - Aqui o Jason – olho o rapaz encostado á ponta loiro com uns olhos cor de mel, usava roupas largas e um cap escuro. –  Alison – ele fala pra rapariga de cabelos longos pretos, uns  enormes olhos verdes com um piercing em seu lábio – Essa – diz falando de mim – é  ... minha menina!! – ele fala agarrando minha mão e nos juntando – Quero ela bem protegida entenderam??  ... essa puta de merda tem de dar certo pessoal, se o dinheiro não entra estamos fodidos!! – ele pega uma mala preta e saca de lá umas armas e carapuças pretas, dá uma a cada – Toma – ele fala me estendendo uma arma, sinto meu corpo estremecer, balanço a cabeça negativamente – Pega nela ...

Eu: ALEX NÃO CONSIGO!! – ele solta um suspiro alto.

Alex: Ouve ... – ele junta seu corpo ao meu e aponta  arma no meu ombro enquanto me fala – Eu preciso de você AGORA ENTENDE!! Pega nela – ele me passa a arma, receio mas  agarro – Confio em você!! – ele beija minha testa, seus lábios estavam molhados, seu corpo bastante quente, duvidei que fosse nervosismo mas não encontrava outra resposta. – MALTA, é agora! – ele dá sinal, sigo atrás dele, todos saltam o muro das traseiras que dava pro banco, eles eram bastante ágeis e não tinham dificuldade em passar mas eu não estava habituada a isso, aliás eu NUNCA assaltei, nem uma simples caixa de rebuçados!! Alex estende suas mãos envolvendo minhas ancas e me trás abaixo do muro, todos seguiram até á porta do banco e vi-os retirar as armas do saco e colocar entre os boxes ... as mãos dele ainda me agarravam, tinha o corpo gelado, meus lábios chegavam a tremer com o medo ... e se essa merda desse errado?? Ele afasta uma mexa do meu cabelo pra trás colando sua testa na minha – Hey babe!! Eu vou proteger você ... prometo tá!! – essa era a primeira vez que via o Alex agir bem comigo.

Eu: E se der errado Alex?? – pergunto fraco, ele tenta procurar uma resposta mas não consegue achar ela, porque tal como eu ele sabia que esse ia ser nosso maior erro ...  – ALEX!! – ele se volta pra mim e sinto seus dedos segurarem meu rosto.

Alex: Eu te amo – seus lábios unem nos meus e ele pede passagem para um beijo melhor.

 

 
 
 

Me sinto confusa depois disso, ele nunca antes me tinham falado desse jeito, nem mesmo seu beijo era tão verdadeiro e  ... verdadeiro mesmo!! Sinto ele me olhar esperando alguma reação apenas entrelaço minha mão na sua e sigo até á porta do banco. Fecho os olhos e logo ouço as portas abrirem, baixo meu carapuço preto e entro.

Alex: PASSA A GRANA FILHO DA PUTA OU ACABO COM VOCÊ ... VAIIIII – ele grita mais forte levando a arma á cabeça do senhor, todos os que estavam no banco se jogam no chão. Alison atirava nas paredes e nas caixas trancadas, tirando o dinheiro que lá guardavam, reparei na minha mão ainda agarrada á de Alex. – NO CHÃO VIADO DUM CARALHO!! – ele grita pra um senhor já de idade que tentou sair a porta, Bryan, Jason e Alison andavam pelo edificio verificando o espaço, vejo Jason agarrar uma garota pelo cabelo e apontar a arma pra ela.

Jason: SUA CABRA, PASSA A GRANA!! – ela morde o braço dele o fazendo soltar um grito rouco, ela tenta fugir dos seus braços e por momentos consegue mas seu braço é bruscamente agarrado por ele – PUTA, SE MEXE  MAIS UMA VEZ EU ATIRO EM VOCÊ CARALHO!! – ela lhe passa seu saco já chorando e ele a deita pra um canto, desvio minha atenção pro Alex que ainda esperava todo o dinheiro que o senhor lhe ia passando pra mochila.

Alex: Pega o dinheiro dali – ele me fala calmo apontando pra uma caixa vazia, vou até lá e vou tirando devagar o dinheiro, meu olhar se fixa num garoto que mexia o seu celular e estava escrevendo mensagem, fiquei com medo ... mas se eu o deixasse nós que nos fodemos.

Eu: LARGA O CELULAR!! – grito apontando a arma nele, me aproximo e quando estava próxima dele dou um chuto no celular que estava em sua mão e baixo a arma, reparo que Alex estava atento a cada movimento meu, vi-o sorrir depois disso, me distraiu o fitando e de repente alguém agarra-me pelo pescoço me fazendo até perder o equilibrio, deixo a arma cair da minha mão e solto um grito que quem me pegou abafou colocando sua mão em minha boca.

XXX: LARGUEM O DINHEIRO OU EU ATIRO NELA – Alex nos olha, vejo seus olhos transbordar de raiva, ele cerra os punhos.

Bryan: Larga a miúda caralho – ele cospe as palavras, Alex tinha os olhos brilhando, sinto uma lágrima cair  pelo meu rosto e ele se apercebe, Bryan,  Jason e Alison pousou as armas, o senhor que dava o dinheiro ao Alex lhe fala.

XXX2: Me dê o dinheiro – sua voz saia ainda com medo da reação de Alex.

Alex: CALA A BOCA SEU VELHO – ele se volta gritando na cara dele ... ele simplesmente não pousava a arma, sinto o garoto que m,e agarrava rodar  as balas ativando a arma... o braço de Alex joga o saco do dinheiro pra junto de nós – TOMA  A GRANA, PEDE O QUE QUISERES, MAS LARGA A MIUDA !!

XXX: Baza!!

Alex: QUÊ?? FODE-TE ... DEIXA-A CARALHO!!

XXX: Ela fica ...

Alex: SE ELA FICA EU FICO! – ele coloca o dedo no gatilho, vejo Alex estremecer – SE ESSA PUTA DISPARA EU ACABO CONTIGO MANO!! – fecho os olhos deixando as lágrimas cair,  aarma pressiona contra meu cabelo e  ... – Ohhh meu deus – ele ma agarra contra seu peito, sinto-o chorar, as pessoas gritavam, ele me solta olho e vejo o corpo do garoto que me agarrou atrás de mim estendido, deitando sangue pelo peito, Jason, Bryan, Alison pegam os sacos  e as armas siando a porta a correr, Alex me empurra na sua frente saindo também  - FODEU SEUS FILHOS DA PUTA!! – ele joga uns tiros no ar e fugimos.

 

Continua...

-------------------------------------------Andy------------

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário