quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Imagine Hot - Liam Payne - Try - Parte 1

 

S/n P.O.V.

 

Quando sua parte mais importante lhe falta você tem que aprender a sobreviver contando só com você mesma! Meu pai é a coisa mais importante que eu tenho no mundo e ele morreu faz hoje dois meses ... Minha mãe abandonou a gente quando eu ainda era nova, por isso agora eu estou sozinha no mundo! Hoje meu dia está sendo muito mau, ainda não consegui recuperar da perda, a cada momento eu me recordo do carro caindo o penhasco, de todos os sons, e aquele aperto no coração continua me invadindo pra onde quer que eu vá, o medo passou a tomar conta de mim ... Como eu tinha dito eu não tenho ninguém então desde a morte de meu pai que eu vendo drogas! Eu não consumo, apenas vendo pra poder ganhar uns dinheiros, mas esse tempo acabou e eu não sei mais a que recorrer pra poder conseguir pagar minha comida ... Me ligaram hoje me fazendo uma proposta que eu tive mesmo de aceitar pois fui minha única oportunidade de tentar seguir em frente.

 

 


Liam P.O.V.

 

Anne: LIAM OLHA PRA MIM QUANDO EU FALO PRA VOCÊ! - Anne é nossa assistente ela ajuda o Paul a lidar connosco. Não liguei aos seus gritos e continuei a fitar o chão, Anne abanou a cabeça frustrada e os meninos estavam sentados me encarando um pouco tensos. - Você não quer saber da banda! Seu mundo gira à sua volta ...

Liam: Eu não quero saber aquilo que você pensa ... E sim eu me importo com a banda e você não é ninguém pra dizer o contrário!

Anne: LIAM!! - a encarei que me olhava com os olhos arregalados, podia ver sua raiva enquanto me olhava, suas veias se sobressaiam na sua pele branca e fina.

Liam: O que foi? Você não sabe o que é lidar com isso que eu sinto! E SINCERAMENTE EU ME FARTEI DESSA MERDA DE BANDA ... - gritei dando um chuto no sofá, todos me encaravam, engoli seco ao perceber o que tinha dito. O Zayn me fitava com seus olhos brilhando e quase chorando, o Harry encarava o chão nervoso, o Louis tinha seu rosto entre suas mãos e o Niall me olhava confuso. - Eu não queria dizer isso mas ...

Anne: Você estava nervoso! - assenti com a cabeça e me voltei a sentar. - Liam você tem que aprender a lidar com esse sentimento não pode estar a todo o momento prejudicando a banda com as suas ações e nem se importar!

Liam: Você fala bem ... mas isso não é fácil pra mim entende?!

Anne: A Danielle não te amava Liam e você tem que entender que o fim foi o melhor!

Liam: O melhor pra quem? Você acha que eu tou bem?

Anne: Liam ... Você não pode afogar suas mágoas indo em baladas, ficando bêbado, depois chegar no palco e vomitar ou então ser arrogante com as suas fãs! Você sabe que a mídia sempre está lá pra poder ter notícias...

Liam: EU TOU ME FODENDO PRA MÍDIA!

Anne: Liam, as coisas vão mudar ... Eu e o Paul arranjamos uma garota pra fingir namorar com você e assim a mídia não vai mais ter razões pra enxuvalhar você!

Liam: Você pirou caralho?! Eu não vou usar uma garota inocente pra afastar a mídia de inventar rumores sobre mim!

Harry: A Anne tem razão! É só por um tempo cara ...

Liam: E a Danielle?! Ela vai pensar que eu a esqueci!

Zayn: ESQUECE A DANIELLE CARALHO ELA NÃO TE AMA LIAM! - senti minhas lágrimas quererem sair dos meus olhos quando o Zayn gritou.

Liam: AMA SIM! TU NÃO SABES NADA CARALHO! - me voltei pra trás e o Zayn veio andando atrás de mim e amarrou meu ombro me voltando pra si.

Zayn: Liam ... Eu sei que é difícil mas você tem ...

Liam: ME DEIXA ZAYN! - gritei e me virei novamente indo embora. Ninguém sabe nada do que eu estou a passar, eu e a Danielle namoramos fazia dois que estavamos juntos e eu estava mesmo apaixonado por ela, eu faria qualquer coisa pra ter de volta! E agora?! Vou ter que estar junto com uma garota que nem conheço e de quem não gosto ... Se eu bebo, sou arrogante, não é porque queira mas sim porque não aguento tudo isso!

 

 

 

S/n P.O.V.

 

Meu alarme tocou e eu abri meus olhos começando a acordar. Hoje não queria nem por nada sair dali ... Estiquei meus braços deixando eles cairem do meu lado novamente.

Hoje vou conhecer o rapaz com quem vou ter fingir ter uma relação para que a midia acabe com uns rumores que andam a escrever sobre ele. Sinto minhas pernas até tremendo só de pensar que vou fazer isso, mas eu preciso muito desse dinheiro ... Se a minha mãe não me tivesse abandonado eu não estava passando por isso tudo! Lavei minha cara e coloquei uma maquiagem para disfarça minhas olheiras e vesti uma roupa que se identifica-se comigo, não queria que me aceitassem por pensarem que eu fosse alguém que não sou.

 

Quando cheguei no endereço que me pediram uma mulher muito elegante, alta, pele branca, longos cabelos negros e uns olhos verdes me abordou.

Anne: Hey, meu nome é Anne você deve ser a menina s/n certo?

S/n: Sim! - ela sorriu e fui andando pelo corredor e eu a segui. - Então e ... como é o rapaz?! - perguntei com um pouco de receio e nervosa.

Anne: O Liam é um garoto muito sensível, mas é uma ótima pessoa! - ela continuava a andar - Só precisas de ser tu mesma e vais ver que tudo corre bem! O Liam não está muito bem, por isso não leves a mal algumas atitudes dele ... - chegamos numa sala onde tinha uns garotos sentados, eles me pareciam tristes, um deles estava junto da enorme janela de vidro que lá tinha, olhando lá pra fora e nem deu por mim chegar. Ele era alto, seu cabelo era castanho e vestia umas calças pretas e uma t-shirt toda branca e uma sapatilha branca também. - Liam a ... - quando a Anne falou ele se voltou continuando sem me encarar.

Liam: Anne! Eu não estou interessado...

Anne: Liam não seja patético!

Liam: Eu não quero saber desta palhaçada pra nada ... - ele continuava a fitar o chão sem nos olhar.

Anne: LIAM OLHE PRA MENINA!

Liam: NÃO OLHO!

Anne: LIAM FAÇA O QUE EU LHE DIGO!

Liam: EU TOU ME FOD ... - ele elevou sua cabeça caindo com seus olhos nos meus que estavam brilhando. Ele ficou me olhando desse jeito e eu pra ele. Ele me parecia completamente arrasado, sua alma gritava por ajuda, eu conseguia ver isso nos seus olhos! Estava uma tensão enorme no ar.

Anne: Essa é a s/n, espero que todos a façam sentir bem-vinda!

S/n: Oi! - disse baixinho com vergonha. Eu me sentia insegura, não sabia se iria conseguir aguentar esse tarabalho por muito tempo.

Todos menos Liam: Hey... - disseram fraco.

Anne: LIAM!

Liam: Oi s/n! - disse me encarando por segundos. A Anne me levou até à casa do Liam onde eu iria ficar, chegando lá joguei minhas malas num canto e fui pro quarto descansar, acordei ouvindo gritos que vinham lá debaixo então me levantei e fui ver o que se passava.

Liam: VOCÊ ACHA QUE EU QUERO ISSO?

Zayn: LIAM É O MELHOR CARA, VÊ SE ENTENDE!

Liam: EU NÃO QUERO ELA NA MINHA CASA ZAYN!

Zayn: Ela me parece ser boa garota Liam, não magoe a menina!

Liam: É UMA PUTA!

Zayn: LIAM! VOCÊ ESTÁ A ACABAR COM A BANDA DESSE JEITO!

Liam: E POR ISSO EU TENHO QUE FINGIR AMAR UMA CABRA QUALQUER?

Zayn: PÁRA! ELA NÃO TEM CULPA LIAM.

Liam: PORQUE ELA ACEITOU ESSE TRABALHO ENTÃO? VOCÊS ESTÃO TODOS ARRUINANDO MINHA VIDA ZAYN!

Zayn: Isso não é verdade cara, você sabe que eu sempre vou estar sempre do seu lado!

Liam: Então tira essa garota desta casa Zayn ... Por favor ...

Zayn: Eu não vou fazer isso ...

Liam: ENTÃO SAI JÁ! - ouvi a porta bater novamente, o Zayn devia ter saído. Corri pro quarto e peguei minhas malas chorando e as joguei fora do quarto, as peguei e comecei a descer as escadas com dificuldade e batendo com elas em todos os cantos, minhas mãos tremiam até. Esse filho da puta desgraçado acha que eu quero isso?? Esta gente que tem dinheiro, fama, tudo nunca pensa nem um pouco que os outros passam dificuldades, tem sentimentos ... Mas acabou, até posso ir parar ao meio da rua mas não me vou sujeitar a ser rebaixada e tratada como lixo por esse babaca do Liam! Ele veio a correr até às escadas e parou olhando minhas malas.

Liam: Mas que caralho está aqui a acontecer? - perguntou zangado.

S/n: Meus braços cansaram, sabe as malas são pesadas! - disse frio e sem o olhar nos olhos e voltava a pegar as malas.

Liam: Onde acha que vai garota? - disse agarrando meu braço e puxando meu corpo pra cima e me fazendo o encarar.

S/n: Me.deixa. - disse contendo a raiva, ele largou meu braço - Eu vou é embora desse sítio ... - disse fitando o chão.

Liam: Você ouviu não foi? - o encarei - Ouve eu falei de cabeça quente ... Seu quarto é lá em cima à direita! - ele deixou escapar um sorriso que tentou esconder e eu sorri também pra ele. Ficámos nos fitando em silêncio ...

S/n: Vai ficar aí parado ou me ajudar? - ele suspirou revirando os olhos e pegou as malas as levando até ao quarto e depois desceu me deixando sozinha. Fui no banheiro tomar um banho e me arrumar.

 

 

Saí o quarto e fui pra baixo e quando ia entrar na sala pra falar com o Liam, ele estava no telefone. - Lia ... - cortei a fala quando vi que ele tava ao telefone, ele estava falando com uma menina deu pra entender e estava a chorar, sua voz saía aos soluços.

Liam: Dani ... Por favor ... Entende como? ... Eu nunca amei ninguém o quanto eu amo você! ... Eu já estou a sofrer ... - ele respondia, ... Afff eu tinha que sair de lá ele não podia saber que eu estava ouvindo a conversa senão ficava bravo caralho. Comecei a dar pequenos passos pra trás em silêncio tentando evitar qualquer som mas acabei batendo com as costas na parede e desequilibrei e joguei minhas mãos na prateleira pra não cair mas acabei caindo eu e a prateleira ... PUTA QUE PARIU A SORTE!

S/n: Caralho ... - disse me tentando levantar e o Liam me olhou depressa parecendo zangado. Ele desligou e agarrou meu braço me levantando depressa.

Liam: Você ta be... Quer dizer QUE MERDA É ESTA?!

S/n: Eu ... Aaaa ... eu vou no meu quarto ... - saí correndo pro quarto. Aiiii meu deus, onde eu me vim meter?? Ele é a pessoa mais arrogante que conheço, eu sempre fui frágil e ele sinceramente me deixa com medo ... Ele sempre é grosso pra mim. ... Isto não ia ser fácil ia ter que me aguentar bem pra sobreviver a essa aventura!

Liam: Posso entrar?? - eu tinha pegado no sono e ouvi alguém me falar me acordando - HEY POSSO CARALHO??

S/n: Não ...

Liam: Porquê?!

S/n: Aaa tou pelada! - menti e vi a porta se abrir e ele entrou - Eu ...

Liam: Se veste depressa hein? - ele se aproximou e se sentou junto de mim na cama. - Me fala de você! - o olhei confusa e ele deu de ombros esboçando um leve sorriso.

S/n: Minha mãe me abandonou a mim e ao meu pai quando ainda era pequena, desde aí cresci sem o amor de minha mãe! Meu pai sempre me tratou muito bem e me deu muito amor… mas não é igual, sempre você sente que te falta alguma coisa ... Meu pai se tornou na pessoal mais especial da minha vida e há dois meses eu o perdi ... Ele morreu e eu fiquei sozinha, tratando de mim própria ...

Liam: Como conseguiu viver desde aí?

S/n: Eu ... Aaaa ... Liam eu tive que aprender a viver só contando comigo! Comecei vendendo drogas... Olha, eu não me orgulho do que fiz mas eu não tinha como viver!

Liam: Hey, eu entendo ... Olha, nós os dois não estamos bem ... Vamos tentar nos entender e ser o apoio um do outro?

S/n: Eu acho que pode resultar se você quiser ...

Liam: Realmente me enganei a seu respeito! - passamos umas duas horas falando, o Liam realmente é um rapaz extraordinário, mas o magoaram muito e por isso ele se esconde atrás duma personagem, tal como eu! Ele acha que todo o mundo só olha pro seu umbigo e não tenta nem entender o sofrimento dos outros, a conversa foi fluindo também porque a gente estava sob efeito do álcool que tínhamos bebido ... Que erro s/n você sempre que bebe comete loucuras mas dessa vez eu esperava continuar nas lamentações e injustiças do mundo. - Esta gente não nos entende ... Mas olha ... Sabe?! QUE SE FODA! - levou a bebida à boca novamente e eu concordei com o seu comentário levando minha bebida à boca também. O Liam se levantou pra ir pegar algo mas acabou escorregando no tapete e seu corpo se jogou em cima do meu, deixando nossos olhares se cruzarem e nossas respirações se tornarem numa só! Soltei um sorriso e o Liam riu.

S/n: Liam?! Quem é a Danielle?

Liam: Como sabe dela? - ele perguntou sério.

S/n: Na sala ...

Liam: Qual é a sua garota? Eu posso pelo menos ter minha vida privada? - resmungou. Sua expressão mudou completamente empurrei seu peito e me levantei indo até à porta. Idiota qual é a dele ainda à pouco tava numa boa comigo e agora dá numa de estúpido!! Quando ia abrir a porta a mão de Liam tocou a minha me impedindo de abrir a porta. - Me perdoa ... - disse olhando profundamente meus olhos. - Eu não queria ser um idiota com você s/n ... Eu só não quero lembrar dela ... Eu realmente a amava ... - sua mão continuava agarrando a minha e ele as fitou, ao falar que a amava e reparei que sua voz saiu mais fraca, como se abafasse suas lágrimas que se formavam nos seus olhos. O puxei pra mim o abraçando forte e ficando a sentir seu coração bater forte contra meu peito, nos afastamos e Liam prendeu seu olhar no meu, suas mãos desceram à minha cintura e nossos corpos se colaram e seus lábios ficaram a milímetros dos meus, seu olhar se direcionou para meus lábios e depressa ele selou nossas bocas. Fechei os olhos e senti uma sensação estranha me invadir nesse momento. Ele colocou meu lábio inferior entre os seus lábios e o puxou fazendo meu corpo se arrepiar e então levei minha mão com força à porta a batendo pra não soltar o meu gemido. - Eu quero tanto você ... - disse colando seus lábios quentes no meu pescoço.

S/n: Que se foda! Eu sei que isso não tá certo mas eu também quero você Liam! - ele sorriu de desejo e me agarrou entrelaçando minhas pernas em sua cintura e me jogando na parede. Sua língua lutava pelo pouco espaço que havia na minha boca. Confesso que doeu um pouco o impacto, mas na realidade gostei. A dor se confundia com o sabor de seus lábios, era maravilhoso. Levei minhas mãos a suas costas, puxei sua camiseta. Sinto suas mãos irem até meus shorts, abrindo o zíper dos mesmos. Todas as nossas ações eram rápidas, chegando a ser um pouco brutas até, mas não deixava de ser ótimo. Sem nem dar conta, meus shorts já se encontravam no chão, assim como sua camiseta. Uma de suas mãos passeia por minhas pernas descobertas, enquanto outra apertava minha cintura com força e me segurava, me impedindo de cair. Levo minhas mãos até seus ombros, não podendo deixar de reparar em seus músculos evidentes, era impressionante a força dele. Com apenas uma mão ele suportava meu peso. Sorri, mordendo meu lábio inferior. Ele me carrega até a cama e me deita, se posicionando por cima de mim. Ele retirava sua calça enquanto eu me adiantava e arrancava minha camiseta de meu corpo também. Não deu tempo nem pra respirar e ele já se encontrava por cima de mim. Esse garoto me impressiona com sua rapidez. Seus lábios tocaram os meus rapidamente. Me arrepiei, seu beijo era especial. Ele estava sendo carinhoso, bruto, e parecia me mostrar sua dor… assim como eu. Um fio de prazer percorreu meu corpo quando sinto seus lábios em meu pescoço. Ele percorria todo meu corpo, várias sensações me invadiam. Eu arranhava suas costas, fazendo ele sempre soltar gemidos. Não que quiséssemos… mas simplesmente escapavam de nossas bocas. Passados minutos, nenhum de nós se encontrava com roupas, ele me olha nos olhos, logo me invadindo.

S/n: Sacana… - escapou de minha boca, ele sorri malicioso. Ele começava lento, torturante, chegando a ser doloroso. Mas como se diz, o melhor deixa pro fim. E foi isso mesmo que ele fez. A velocidade e força de suas estocadas era louca. Sempre me deixando quer mais. Eu arranhava seus ombros, cravando minhas unhas lá, que com certeza deixaria marcas, mas eu não estava nem pra lá. Eu estava entregue. Ele me tinha, eu simplesmente me deixava levar pela maravilhosa sensação que estava tendo. Nossos olhares sempre se cruzavam, afirmavam desejo.

Liam: Eu te quero… - ele sussurrou em meu ouvido

Eu: Você já me tem… - bastou eu ter falado, ele me olha bem nos olhos, e sinto uma que poderia ser a última estocada. E foi … logo me derreti toda, minhas pernas estavam bambas, minha respiração acelerada, sinto um líquido escorrer por minhas pernas. Sim, eu tinha chegado ao meu ápice. E ele também. Sinto ele se levantar, ele tinha ido ao banheiro. Logo chega, coloca sua cueca. Sinto ele me tocar, ele vestia em mim a calcinha. Sorri. Ele estava sendo na verdade atencioso comparado com os momentos anteriores. Me deitei, ele se deita também.

 

Continua...

Então, eu queria apenas avisar que essa não é o fim, vai ter ainda outra parte porque de outro jeito ficaria muito grande!

4 comentários:

  1. Cara continua é perfeita apaixonei <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aww sério isso? u.u tem três partes amore se quiser já pode ler elas todinhaasss!! :)
      xxpatricia

      Excluir
  2. Tem como passar o link das outras partes? Tá tão perfeito :3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. se vc for na barrinha ao lado na parte "hots" ao entrar lá vai ter la vários imagines e tem lá então esse do "Try", em baixo da img tem vários links, basta clicar neles ;D
      xxpatricia

      Excluir