segunda-feira, 15 de julho de 2013

Imagine Louis - Playboy Pervertido

 

Alguém me dê uma tapa agora, pois eu não estou acreditando nisso!

Já agora, a estressada, chama-se s/n, tem 15 anos, é ruiva (sim, eu faço parte de 2% da população mundial que é ruiva natural), tem olhos verde escuros e acaba de se mudar do Brasil para londres! Porra, gente! Londres é uma merda! Faz 1 mês que me mudei e não estou aguentando! Tenho de andar todo o dia com roupas que me fazem sentir um urso! Em são Paulo eu tava habituada a andar de calção a mostrar a nádega, e top com um grande decote! Eu andava praticamente pelada (brincadeirinha gente). Meu visual do dia-a-dia era desse jeito.

 

Agora ando assim:


 

 

E cade minha picanha, caralho?! E como se não bastasse (agora sim vou explicar o verdadeiro motivo de estar super estressada), fui em meu facebook há alguns dias atras, e me deparei com uma foto minha, completamente bêbada, a apontar meu traseiro para a camara (calma gente, apesar de eu ser fodida da cabeça e de ter tido a infeliz ideia de usar uma saia minúscula nesse dia, eu não sou como uma data de celebridades que não veste a calcinha), fui ver o facebook do rapaz que postou minha foto e ele se chamava Louis Tomlinson. Ah lembrei! Eu adicionei ele á duas semanas, eu tinha ido saído com minha prima chloe, (felizmente alguém conhecido neste país) aí ela convidou alguma galera pra vir com a gente e eu fiquei conhecendo algumas pessoas, inclusive esse tal de Louis, ate achei ele muito gato, mas não liguei muito pra ele. E agora!? Hoje foi meu primeiro dia no colégio e já começaram a zoar de mim, e como sempre, fiquei puta da cabeça e chutei umas boas bundas logo de manhã, e fui chamada ao gabinete da diretora. Devo de dizer que a diretora é mesmo feia! Cabelos grisalhos, cheia de rugas, buço por fazer, e… a placa dos dentes mal lavada. Que nojo! Aquela coisa parecia estar infestada de gripe das aves! E ela tinha apenas 48 anos, portanto era demasiado nova para ser dona de tantas rugas.

Terminada a longa discussão, fui para a aula de educação física, e adivinhem…. Estou na mesma turma que o Louis Tomlinson! Ao que parece ele é bastante popular entre as garotas.

Tentei ignorar, mas não consegui. A certa altura deparei-me com o rapaz moreno de olhos azuis me fitando, aí eu olhei para ele mais intensamente, com o meu típico ar de desafio, como quem diz “la fora a gente vai conversar”.

Deu o toque para o intervalo, e a gente foi no balneário se trocar, aí uma rapariga começou a olhar intensamente para minha bunda, ela se chamava de sarah, e já me estava pondo puta com tanta observação.

S/n: Se você que está olhando minha bunda vai olhar para outra, eu não jogo na mesma equipe que você - bufei

Sarah: me desculpa, mais sua bunda é maior ao vivo que nas fotos, meteu silicone foi? – perguntou com um sorriso malicioso – e se fosse a você não pintava o cabelo dessa forma.

S/n: essa é minha cor natural! E tem graça que me insulte dessa forma quando tem uma maquilhagem que assusta qualquer um! Não me diga que pensou que o Halloween era hoje… - sorri quando a vi enervada.

 


Sarah: ruivinha é melhor que você não se meta comigo nem com o MEU Louis! Percebeu? – ameaçou ela, se chegando para perto de mim.

S/n: não sei o que deu em sua cabeça, mas eu não estou nem aí para o playboy pervertido. – aí terminei a conversa ali mesmo e lhe dei as costas, pois eu tinha um assunto mais importante em mente. Dar uma surra naquele babaca.

Quando saí do pavilhão, logo avistei Louis com uns amigos, oh sim agora eu ia chutar a bunda daquele grandessíssimo…- s/n – ouvi alguém chamar e me virei – então querida como está?

S/n: Chloe! – lhe dei um abraço – e aí, quem são essas?

Chloe: você já conhece a Zoe, essas são Kate e Megan.

S/n: e aí como vão? Meu nome é s/n. – me apresentei dando meu típico sorriso largo.

Todas: prazer em te conhecer – disseram todas em coro

Chloe: bem já vi que você está de olho no Tomlinson, ele é um gato! – comentou Chloe -  e os amigos dele também, mas o Harry é o mais gostoso de todos! – disse ela sussurrando no meu ouvido

S/n: ah qual é Chloe?! A gente já sabe que você gosta do Styles! – apontou Zoe

Chloe: cala a boca! – ripostou – você também gosta do Zayn não é?

Zoe: mas eu já disse que não tou nem aí para o playboy pervertido! – explicou-se com um leve tom rosado nas bochechas.

S/n: então não é? – sorri para ela ao ver que ambas pensávamos da mesma forma. – mas eu não estava de olho no Tomlinson – me virei para Chloe – aliás Chloe, eu tenho que te falar uma coisa.

Chloe: o que é fofa? – ela me fez sua cara de preocupada.

S/n: gente não se importam que eu fale a sós com Chloe?

Todas: na boa, mas depois conta pra nós sim Chloe? – pediram a Chloe com sua cara de cachorrinho abandonado.

Chloe: ah gente isso não é nada… - tentou arranjar uma desculpa – é que o filho da tia, da prima da mãe dela teve que fazer exame de próstata… é isso aí.

Mas que raio?! Ah não interessa… bom, já sozinhas, eu e Chloe já estávamos mais a vontade para conversar, mas ela descobriu logo o que era.

Chloe: não diga nada! Me deixa adivinhar… o louis postou uma foto de sua bunda na internet, e todo mundo te está fodendo os miolos por causa disso, certo? Bom você chega aqui, e se embebeda logo! O que você queria? – apontou fazendo sua cara de desaprovação.

S/n: chloe aqui é frio como o caralho, eu tinha que esquentar um pouco! – me tentei desculpar.

 

Chloe: pois, mas quem se esquentou aqui foi Louis e a escola todinha, você tem que tomar juízo garota! – ela me repreendeu – esse Louis apesar de bonitinho não é flor que se cheire, melhor não se meter mais com ele. - aconselhou

S/n: eu até faria isso se aquele panasca não tivesse na minha turma! – suspirei – pena que você não está na mesma turma que eu. Para além de ter Louis em minha turma, só hoje já levo para casa 3 notas a vermelho, e duas são do mesmo professor! Mas o Louis levou mais, e até foi expulso da aula de matemática. Eu não sou ninguém para dizer isso, mas ele é realmente problemático! – admiti

Chloe: pois, mas se controle, e faça o que fizer não se meta com ele.

S/n: ta certo, e já agora quem são os pretty boys que estão com ele? – eu não resisti a perguntar pois eles eram bem bonitinhos.

Chloe: o loirinho de olhos azuis é o Niall. Ele é 1 ano mais novo que a gente. A gente se dá bem com ele, é um garoto que está sempre de boa, e não é problemático. Mas é um pouco perverso. Outro dia eu e a Megan apanhamos-o a ler a nova edição da playboy.

S/n: parece um ursinho de pelucia! – falei fazendo cara fofa

Chloe: o moreno com barba e que está a usar o cap é o Zayn, é da nossa turma. É o “irmão”do Louis, também é problemático, dizem que já engravidou muitas meninas, até mesmo a Sarah e já foi várias vezes expulso, mas é um cara legal...

S/n: porque é que pra você todo o mundo é legal?! - perguntei

Chloe: adiante! O moreno que está ali a falar com a Kate é o Liam. Ele é 1 ano mais velho. É super gato, e é um cara espetacular! Hoje ele ofereceu uma rosa a ela! (ela tem uma queda por ele) – sussurrou. - e dizem que hoje mesmo ele a vai pedir em namoro

S/n: oh que fofo! Agora que olho eles fazem um par muito legal! – gritei entusiasmada.

Chloe: cala a boca sua égua! – repreendeu me socando no braço.

S/n: Égua é sua mãe! – exaltei-me com o puto do soco que levei no braço.

Chloe: ta calada porque agora chegou a parte de te apresentar o melhor deles todos! – de repente a expressão de chloe mudou para a sua cara de perversa

S/n: pois tinha de ser… - comecei a perder o interesse na conversa

 

Chloe: e agora… ele é lindo, super gato, um autêntico pão prontinho a se comer! Anda no clube de música tal como eu! Tem quatro mamilos! Já o apanhei varias vezes pelado a porta do balneário dos garotos porque ele adora andar pelado!- informação á mais

Chloe: É moreno, tem cabelos cacheados e olhos verdes como sei la bem o que. ele é…. HARRY STYLES! – gritou numa enorme histeria

S/n: fala serio garota… - murmurei, de repente sinto uma estocada em meu ombro – ai!!

XXX: oh me desculpa, ficou com dói-dói foi? – disse a rapariga fazendo biquinho, e quem era ela?! Sarah! Fala sério cara, qual é o problema dessa garota?! Aí ela nos virou costas e foi se sentar no colo do Louis. - Só faltava começarem a transar ali mesmo! – comentei com Chloe. – a pouco estava eu no balneário esta puta começa a me xingar e a me dizer para ficar longe do Louis! Típica garota ciumenta!

Chloe: já é normal ela fazer essas ameaças, ela quer aqueles cinco só para ela! Ela ate disse uma vez que adoraria fazer uma orgia com eles todos!

S/n: que nojo! Mas onde é que ía caber tanta…. Bem… - eu não ía falar isso assim gente!

Chloe: ate um frigorifico cabia lá dentro por isso… essa é uma duvida um pouco parva! – ambas nos rimos, e quando voltei a olhar para a Sarah e o Louis reparei novamente que ele me fitava com olhos de engatatão, o que me enervou profundamente

Harry: E aí meninas estavam falando de mim? – perguntou Harry se abraçando a Chloe

Chloe: talvez – disse Chloe fazendo outra vez a cara de perversa

 

 

No dia seguinte…

 

Terminada aquela longuíssima aula de matemática (mais pareceu que me prenderam num campo de concentração e que me torturaram) me dirigi para a carteira do Louis.

S/n: preciso lhe dar uma palavrinha lá fora. – falei sem grande irritação (não sei como)

O rapaz apenas me seguiu até la fora sem me dizer nada, quando a gente chegou num local sossegado Louis foi o primeiro a falar.

Louis: E aí? É mais uma daquelas meninas que se declara num sítio afastado? – falou com uma expressão maliciosa.

S/n: se pensa que é para isso que te chamei, e que logo de seguida a gente vai transar na sala ao lado tá enganado! – esclareci logo. – não é por causa disso que te chamei.

Louis: oh, então o que você quer, ruivinha?!

S/n: você é um merdas! Não sabe do que estou falando não?! – me exaltei e bati com o pé.

Louis: se você tá gravida, eu te dou o meu cartão de credito. – sacou sua carteira do bolso e tirou um dos milhares de cartões de credito que lá tinha.

S/n: seu idiota! – bati em sua mão fazendo-o jogar o cartão no chão. – eu não estou gravida de você seu Playboy pervertido! – gritei – tente se lembrar do que postou em seu facebook há uns dias!

Louis: querida, você anda obcecada com meu facebook? Mas já que insiste… bem… - tentou lembrar-se - estou na mesma! - muito bem já que tenho de ser eu a dizer…suspirei tentando me acalmar.

S/n: você postou em seu facebook uma foto minha! Em que eu estava bêbada e apontava meu traseiro para a camera. – falei - Lembrou agora? – perguntei cruzando meus braços.

Louis: ah sim! Você era a tarada ruiva-falsa! – relembrou da pior forma.

S/n: seu idiota! Essa é minha cor natural! – gritei – e fala que eu que sou tarada, mas foi você o playboy pervertido que postou minha foto ao lado de vários traseiros de outras putas loucas!

Louis: se acalma linda eu apago sua foto. – falou fazendo gesto com as mãos. – mas com uma condição.

S/n: eu vi logo que isso estava bom demais. O que você quer?

Louis: se você me beijar eu apago sua foto.

S/n: vá sonhando Tomlinson – falei lhe virando as costas.

De repente sinto suas mãos jogarem meu corpo contra a parede. Me tento soltar mas Louis me segura com muita força me deixando totalmente imobilizada.

S/n: me solta! Está me machucando – gritei

Louis: você é realmente dura de roer hein garota? – sussurrou no meu ouvido, fazendo-me sentir um leve arrepio percorrer a minha espinha – porque não aceita o acordo? É daquelas que se fazem de difíceis?

S/n: cale-se! Eu não quero mais nada de você muito menos te beijar. Cheguei ontem nesta porra de colégio e já está tudo a me xingar – falei – as outras garotas podem gostar que você poste fotos delas peladas na net, MAS EU NÃO! – gritei – agora me solta! – protestei já com lagrimas nos olhos. – eu te odeio!

 
 

 


Aí Louis me solta e não diz mais nada.

S/n: Você é um porco Tomlinson! – solucei – julga que sou como aquelas putas que andam á sua volta?! Cresça! – gritei – você pensa que as garotas são o quê? Preservativos?! Usa e deita fora?! Pensa que elas vão querer você pelo que você é quando a única coisa que vêm a frente é um rapaz bonito e endinheirado?! Você me põe doente! – lhe virei a cara

Tentei me levantar mas meu corpo estava demasiado dorido e dormente. Me senti frustrada e comecei logo a chorar novamente. Louis se enervou e deu um pontapé na primeira coisa que lhe apareceu (caixote do lixo). Mas depois se acalmou.

Louis: para a próxima cale a boca quando for falar bobagem! - avisou ainda com a cabeça baixa

S/n: cale-se você seu playboyzinho! – ordenei secando minhas lagrimas – já lhe deviam ter dito isto á muito tempo!

Ele nada falou, se levantou e me pegou ao colo.

S/n: o que está fazendo? – perguntei sentindo minha pele rosar um pouco.

Louis: eu te machuquei. – explicou – o mínimo que posso fazer é te levar á enfermaria.

S/n: agora ta dando uma de atencioso? – perguntei surpresa

Louis: não gosto de machucar uma garota, e deixa-la chorando

Quando Louis disse aquilo eu me senti estranha, meu corpo estava quente, e o meu coração quase me saltava do peito, rapidamente me afastei dele. Felizmente as dores não duraram muito e eu já podia andar direito.

S/n: vai se tratar Tomlinson! Você é bipolar só pode! – nesse momento tocou a campainha e eu fui a correr para a sala, qual? Eu não sabia! Não me lembrava do que íamos ter a seguir. Só quando vi Sarah seguir para a sala 9 me lembrei de que teríamos francês. Quando a professora entrou na sala, rapidamente reinou a desordem.

Mas eu não estava afim da brincadeira, apenas passei a aula com a cabeça baixa e sem dizer nada.

Reparei que Louis não parava de me fitar, o que me deixou perdida em pensamentos.

Eu sabia que ele era um bastardo, mas e se ele não estivesse a mentir quando disse que não gostava de ver uma garota chorar?

Só sei que me sentia horrível! Minha cabeça latejava, meu corpo doía, sentia-me esquentada, mas também com frio. De repente Louis se levanta do seu lugar, me pega pelo braço e sai comigo porta fora. Claro que ninguém reparou, pois a sala estava uma autêntica bagunça e a professora estava distraída a passar notas a vermelho aos alunos.

S/n: Tomlin...

Louis: cala a boca! – interrompeu – falei que te levava a enfermaria, e é isso que vou fazer! Dá pra ver que você pegou um resfriado!

S/n: não, não peguei nada! – menti – agora me solta seu Playboy pervertido!

Louis: Claro que pegou! – contrariou – e não admira, pois você vem sempre toda descascadinha para o colégio!

S/n: parvo…- falei lhe virando a cara

Quando chegamos no posto médico Louis falou á enfermeira para cuidar de mim enquanto eu ficava de cama, claro que ele mentiu acerca de termos saído sem a autorização da professora, mas que nem devia estar dando pela nossa falta.

Enquanto Louis falava com a enfermeira, eu estava me sentido pior, a minha cabeça latejava, meu corpo doía e estava cada vez mais quente e a certa altura comecei a perder um pouco a noção da realidade (puta da febre que devia ser mesmo alta!).

A enfermeira entretanto saiu um pouco para ir a casa de banho, e disse a Louis para ir para a aula.

Louis: Então vou deixar você aqui, não faça nenhuma besteira ouviu? – me deu um sorriso mas antes de fazer qualquer coisa eu lhe agarrei a mão.

S/n: não! Eu… - tentava falar mas quase me faltava o ar. – eu… fica aqui comigo! – falei enquanto me contorcia cheia de dores e de calor. – me tira a roupa!

Caralho, não era isso que eu queria dizer! Mas eu não podia evitar eu tava morrendo de calor. Louis me olhava quase sem saber o que fazer. Mas eu não tava aguentando, e naquele momento eu gritei de pulmões bem abertos.- CARALHO TOMLINSON ME TIRA A ROUPA, EU TO MORRENDO!

Aí Louis começou desabotoando minha camisa, botão por botão muito lentamente, o que me fez ficar ainda mais embaraçada.

S/n: pare de me olhar assim! Me tira rápido essa porra! – gritei

Aí Louis parou de desabotoar a camisa (mais um botãozinho e exibiria meu soutien), se inclinou, e eu senti sua respiração muito perto, nossos rostos estavam a centímetros, milímetros, MILIMETROS de distancia até que…

XXX: Louis! O que você tá fazendo? – de quem era essa voz irritante e rouca de tanto snifar coca. Sarah?! aquela vad… ah… SANTA! Porque foi ela que me salvou do Louis! Sarah minha consideração por você nunca esteve mais ba… ALTA! – você não avisou Professora de que saíu ela me mandou te vir buscar – sorriu falso me olhando com olhos de carneiro mal morto.


Louis: err… mas eu avisei professora, e ela disse que eu podia vir com a s/n. – se desculpou

Sarah: Tá mas ela já ta melhor – isso era mentira, mas não me tava dando vontade de tossir, mas fingi tosse para ela se foder  – viu?!

Louis: Sarah você quer parar de me melgar? – atacou Tomlinson fazendo a rapariga se encolher – você sem duvida me deixa puto da cabeça! Cai fora!

Aí ela deu um sorriso e se aproximou dele abanando as ancas

Sarah: Você quer mesmo isso Tomlinson?! – perguntou se achegando para o beijar.

Aquela vaca! Já chega caralho! Não quero saber se não gosto dele, mas ela é que não fica com ele! Me levantei e com toda a força que tinha lhe mandei um pontapé no meio do buraco (e que buraco! A Chloe tinha razão quando falou que cabia um frigorifico lá dentro!).

S/n: Fica. Longe. Dele! – disse pausadamente com meu olhar assustador em potencia máxima

Sarah: Sua ruiva desgraçada! – gritou a rapariga com as mãos na virilha – a tinta ta lhe afetando os miolos!

S/n: SOME DAQUI VADIA! – gritei e ela foi embora. Louis apenas me olhava perplexo, e quando me virei para ele, eu me apaguei e caí desmaiada no chão.

Louis: s/n! s/n! – eu ouvia seus gritos ficarem cada vez mais distantes até desaparecerem.

Quando voltei a acordar percebi que não estava mais na enfermaria, mas sim na cama de um hospital, continuava com dores de cabeça, mas não tão intensas como as outras, e ainda me sentia bastante fraca.

XXX: então doutora ela vai ficar bem?! – ouvi alguém perguntar do outro lado da porta.

Doutora: ela desmaiou devido ao gasto de demasiada energia e também por se ter enervado, neste momento ela encontra-se estável e não deve demorar até acordar. – disse a tal doutora.

XXX: então onde ela está?

Doutora: neste quarto, você pode vela se quiser.

XXX: certo. Obrigado doutora – aí a pessoa que estava falando com a doutora entrou, e qual não foi o meu espanto ao ver que era Louis.

S/n: Louis, o que está fazendo aqui? – perguntei surpresa.

Louis: ver como você estava sua tola!

S/n: Louis eu já estou bem – revirei os olhos como se fosse a coisa mais obvia do mundo.

Aí ele deu um sorriso bobo.

S/n: o que foi?

Louis: é a primeira vez que você me chama pelo meu nome – o seu sorriso ficou ainda mais bobo, o que era lindo ( Não, era não!).

 

S/n: seu idiota! – me senti corando naquele momento – e vê se para com esse sorriso bobo! Afinal porque me veio ver seu…

Louis: playboy pervertido?! – adivinhou ele se aproximando de mim encostando sua testa á minha - você esqueceu isso na enfermaria.

Aí ele me beijou, um beijo tranquilo, calmo e profundo, a seguir nós nos afastamos por nos estar faltando o ar.

S/n: Se você me quebrar o coração eu te quebro os tomates, Tomlinson. – Avisei pondo meu indicador a frente de sua cara.

Louis: Então me chama Louis como fez á bocadinho – disse ele com um sorriso maroto e me dando beijos no pescoço enquanto eu dizia seu nome de uma forma muito boba - eu te amo – disse ele

S/n: mesmo que nos tenhamos conhecido á pouco menos de uma semana?!

Ele acenou positivamente com a cabeça.

S/n: eu também te amo Louis.

 

FIM

 

 

6 comentários: